sicnot

Perfil

Economia

Draghi admite sinais de recuperação mas critica reversão de várias reformas

Mario Draghi disse hoje que são visíveis sinais de recuperação em Portugal, mas o presidente do Banco Central Europeu criticou a reversão que o atual Governo de António Costa está a fazer de várias reformas levadas a cabo pelo Executivo anterior. Na intervenção que fez no Conselho de Estado, o responsável do BCE pede ainda um esforço suplementar ao atual Executivo para acelerar as reformas que ainda são necessárias em Portugal. As declarações do presidente do Banco Central Europeu foram proferidas por ocasião da reunião do Conselho de Estado, para a qual foi convidado. Draghi acrescentou também que Portugal tem ainda pela frente desafios importantes.

LUSA

A melhoria do mercado de trabalho e o reforço do investimento são dois exemplos, dados por Mário Draghi. O presidente do BCE lembra que Portugal ainda tem desafios importantes pela frente, apesar de já serem visíveis os sinais de recuperação da economia portuguesa.

Mário Draghi referiu-se ainda ao Orçamento do Estado para este ano. Mostrou-se satisfeito com o facto de Portugal se comprometer em cumprir o Pacto de Estabilidade e Crescimento e acrescentou ainda que o Governo de António Costa prometeu apresentar medidas adicionais que serão utilizadas, caso as metas não estejam a ser cumpridas.

(Em atualização)

  • Oceanário de Lisboa dá formação sobre impacto da acumulação de plásticos nos oceanos
    2:37
  • Trump e Netanyahu discutiram "ameaças que o Irão coloca"

    Mundo

    O novo Presidente norte-americano, Donald Trump, e o primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, debateram "as ameaças que o Irão coloca" e concordaram que a paz israelo-palestiniana só pode ser "negociada diretamente", anunciou este domingo a Casa Branca.