sicnot

Perfil

Economia

Antigo banqueiro espanhol Mario Conde detido por branqueamento de capitais

O antigo banqueiro espanhol Mario Conde foi detido hoje de manhã em Madrid acusado de um delito de branqueamento de capitais relacionado com dinheiros que teria retirado do seu antigo banco, o Banesto, nas décadas de 1980 e 1990.

reuters

Conde foi detido, juntamente com outras cinco pessoas, pela Unidade de Delitos Económicos da Guardia Civil e está a ser investigado por alegados delitos contra a Administração Pública, branqueamento de capitais, insolvência punível e organização criminal.

Além de Mario Conde, foram também detidos o seu filho Mario Conde Arroyo, bem como Fernando Guash Vega-Penichet, Francisco Javier de la Vega Jiménez, Francisco de Asis Cuesta Moreno e María Cristina Fernández Álvarez.

A "Operação Fénix", nome de código da ação policial de hoje, está em curso desde as primeiras horas da manhã e inclui cinco buscas nas casas do ex-banqueiro e nas suas empresas.

De acordo com fontes policiais citadas pela agência EFE, em causa estaria o "repatriamento" de dinheiro que estava na Suíça e no Reino Unido e que teria sido subtraído por Conde do Banesto nos anos em que dirigiu o banco. Os detidos, asseguram as mesmas fontes, estavam desde há algum tempo a trazer "quantidades moderadas" da Suíça e do Reino Unido para Espanha.

Conde chegou à presidência do Banesto em 1987, decidido a salvar a entidade de uma dívida próxima dos 100 mil milhões de pesetas. Apenas dois anos depois, em 1989, os cerca de 300 mil acionistas do Banesto obtiveram dividendos, o que elevou a popularidade e o reconhecimento de Conde.

O banqueiro chegou inclusivamente a ser premiado pela sua boa gestão e a Universidade Complutense de Madrid atribuiu-lhe o título honorífico de Doutor 'honoris causa'.

Os problemas do Banesto chegaram em 1993, quando se tornou pública a má situação financeira da entidade. A 28 de dezembro desse ano, o Banco de Espanha tomou conta do Banesto e destituiu Conde como presidente.

Lusa

  • Ministro "mais descansado" com relatório sobre Almaraz, ambientalistas contestam
    2:01

    País

    O ministro do Ambiente diz estar mais descansado depois de conhecer o relatório técnico que considera o armazém de resíduos nucleares em Almaraz uma solução adequada. Já as associações ambientalistas e os partidos criticam o parecer positivo à construção e querem ouvir os ministros do Ambiente e dos Negócios Estrangeiros no Parlamento.

  • Marcelo recebido por multidão na Ovibeja
    2:52
  • Líderes europeus unidos para iniciar saída do Reino Unido
    2:08
  • 100 dias de Trump em 04'30''
    4:33

    Pequenas grandes histórias

    Donald Trump tomou posse como 45º Presidente dos EUA dia 20 de janeiro de 2017, faz este sábado, 100 dias. Prometeu grandes mudanças, mas os planos acabaram por chocar de frente com a realidade e a burocracia de Washington, como foi o caso do Obamacare. Foi a primeira ordem executiva que assinou, no dia em que tomou posse, mas a revogação está longe de acontecer.