sicnot

Perfil

Economia

Centeno ouvido no Parlamento à porta fechada

A audição do ministro das Finanças hoje no Parlamento sobre o Novo Banco vai ser à porta fechada, tal como as do governador do Banco de Portugal e do presidente do Fundo de Resolução, para impedir "qualquer perturbação do processo".

MANUEL DE ALMEIDA

Mário Centeno está hoje na comissão parlamentar de Orçamento, Finanças e Modernização Administrativa, onde será ouvido pelos deputados relativamente a dois assuntos: a Conta Geral do Estado de 2014 e o processo de alienação do Novo Banco.

No início dos trabalhos, a presidente da comissão parlamentar, a deputada social-democrata Teresa Leal Coelho, afirmou que a primeira parte da audição (sobre a Conta Geral do Estado de 2014) será aberta aos jornalistas, mas que a segunda parte (sobre o Novo Banco) será "à porta fechada".

A deputada disse que esta parte da audição de Mário Centeno será fechada "para que o processo de alienação do Novo Banco não seja afetado com ruído que possa decorrer da amplificação do que será discutido nessa matéria" e para que o ministro das Finanças "tenha melhores condições para responder às questões que lhe são colocadas".

Teresa Leal Coelho disse, entretanto, à Lusa que também as audições do governador do Banco de Portugal (requerida pelo BE) e do presidente da comissão executiva do Fundo de Resolução (requerida pelo PCP) decorrerão à porta fechada.

"Foi do entendimento da COFMA que não iremos contribuir para qualquer perturbação do processo de venda [do Novo Banco] que é de relevante interesse nacional", disse ainda a deputada, que apresentou a proposta para que "as audições fossem à porta fechada e com dever de sigilo para todos os participantes".

Esta proposta, que foi discutida na semana passada, foi aprovada com os votos favoráveis do PSD e do PS e com os votos contra dos restantes grupos parlamentares.

Lusa

  • Deputado do PS abandona partido e pode colocar em causa maioria parlamentar
    2:28

    País

    Domingos Pereira foi eleito pelo círculo de Braga. Agora, vai demitir-se do Partido Socialista e entregar o cartão de militante. Contudo, mantém-se no Parlamento, passando assim a deputado independente na Assembleia da República. Pode estar em causa a maioria parlamentar quando o PCP se abstiver.

    Notícia SIC

  • Pedro Dias recusou mostrar caligrafia
    2:29

    País

    Pedro Dias forneceu esta segunda-feira ADN aos peritos do laboratório da polícia científica. O suspeito dos crimes de Aguiar da Beira também foi intimado a entregar amostras da própria caligrafia, mas recusou fazê-lo.

  • Autoridades italianas prosseguem buscas por desaparecidos em avalancha
    0:54
  • "O México não acredita em muros"
    0:45

    Mundo

    Em resposta a Donald Trump, o Presidente mexicano diz que o país não acredita em muros, mas em pontes. Enrique Peña Nieto diz ainda que o México vai procurar dialogar com os Estados Unidos sem confrontos, mas também sem submissão.

  • Carolina do Mónaco celebra o 60.º aniversário
    2:13

    Mundo

    Carolina do Mónaco celebra esta segunda-feira o 60.º aniversário. Em 60 anos, foi criança mediática, jovem rebelde e, agora, matriarca sem ser rainha. Carolina do Mónaco nunca saiu das revistas, por ser filha de Grace Kelly e Rainier do Mónaco, por ter somado namorados pouco recomendáveis para princesas, por ter perdido o pai dos seus filhos num terrível acidente.

  • Ator morre baleado durante gravações de videoclip na Austrália

    Mundo

    Um ator morreu depois de ter sido baleado durante as gravações de um videoclip da banda Bliss n Eso, na cidade australiana de Brisbane. A vítima foi identificada como Johann Ofner, de 28 anos. O homem chegou a receber a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos.