sicnot

Perfil

Economia

Atenas vai subir IVA de 23% para 24%, avança comunicação social grega

O Governo de Alexis Tsipras propôs aos credores internacionais subir a taxa geral do IVA de 23% para 24% para satisfazer assim uma das exigências do Fundo Monetário Internacional (FMI), segundo noticiam os media gregos.

© Yiannis Kourtoglou / Reuters

Segundo as mesmas fontes, a nova subida do IVA (Imposto sobre o Valor Acrescentado) entrará em vigor a 01 de julho e espera-se que origine receitas adicionais de 400 a 500 milhões de euros por ano.

A subida do IVA afetará todos os alimentos que não sejam frescos, como massa, arroz, café, farinha, doces, bem como bebidas e sumos, mas também transportes públicos, a restauração e os livros.

Com esta medida, o Governo pretende compensar o 'buraco' equivalente a 1% do Produto Interno Bruto (PIB) nos Orçamentos do Estado de 2017 e 2018 resultante, segundo os credores, das decisões do ano passado de não subir o IVA de 13% para 23% na fatura da água e da luz e de limitar a subida do IVA das escolas privadas.

O resgate assinado no último verão inclui a hipótese de que se o Governo recusar uma medida de corte proposta pelos credores deve procurar 'alternativas'.

Já no verão de 2015, no processo da negociação do terceiro resgate, a Grécia e os credores internacionais - Comissão Europeia, Banco Central Europeu, Mecanismo Europeu de Estabilidade e FMI - concordaram subir a taxa geral do IVA de 21% para 23%.

Além desta medida, muitos dos produtos que até então estavam sujeitos à taxa reduzida de IVA de 13%, como todos os alimentos processados, passaram diretamente para uma taxa de 23%.

No processo de negociação para fechar a primeira avaliação deste terceiro resgate grego, os credores, mas sobretudo o FMI, mostraram reticências em relação a algumas das fórmulas de poupança propostas pelo Governo e exigem medidas com efeitos imediatos, como são as da subida de impostos indiretos.

Na União Europeia e na zona euro, só a Finlândia, com uma taxa geral de IVA, de 24%, igualaria a Grécia.

O presidente da Câmara de Comércio de Atenas, Yannis Jadyitheodosiu, sublinhou hoje numas declarações no portal económico Naftemporiki que esta nova subida será um novo "golpe brutal" para as famílias e empresas gregas.

O responsável sublinhou que este novo aumento provocará uma redução do consumo, que muitas empresas serão incapazes de ultrapassar.

A este eventual novo aumento será adicionado também em julho, em plena temporada turística, a segunda subida do IVA nas ilhas, que até ao ano passado gozavam de um regime especial insular e nas quais se passará a plicar a mesma taxa que no resto do país.

Lusa

  • DJ Avicii morre aos 28 anos

    Cultura

    Tim Bergling, conhecido por Avicii e um dos mais famosos DJ's do mundo, morreu aos 28 anos. A notícia foi avançada pelo site TMZ, que adianta que o DJ e produtor sueco foi encontrado morto esta sexta-feira em Muscat, em Omã, e os detalhes da morte ainda não são conhecidos.

    SIC

  • Avicii tinha deixado os palcos há 2 anos por motivos de saúde
    2:14
  • "Não andámos a tomar calmantes, nem a dar abracinhos"
    0:52

    Desporto

    Rui Vitória recusa atirar a toalha ao chão. O treinador do Benfica acredita que ainda muito pode acontecer e revela a motivação da equipa depois da derrota com o FC Porto na Luz, que levou à perda da liderança a quatro jornadas do fim.

  • Passageiros do voo da Southwest Airlines usaram as máscaras de oxigénio ao contrário

    Mundo

    Uma pessoa morreu e sete outras ficaram feridas esta terça-feira depois de um avião da Southwest Airlines ter aterrado de emergência no aeroporto de Filadélfia, nos Estados Unidos. Ao longo da semana várias pessoas ligadas à aviação fizeram comentários sobre a forma como os passageiros utilizaram as máscaras de oxigénio, como é o caso de Bobby Laurie, um ex-comissário de bordo.

    SIC

  • "Se não querem que vos baixem as calças, não se tornem modelos"

    Cultura

    "Se não querem que vos baixem as calças, não se tornem modelos", esta foi apenas uma das declarações de Karl Lagerfeld sobre as denúncias de abuso sexual, que estão a marcar o mundo do cinema, da música e da moda. Numa entrevista, o diretor criativo da Chanel e da Fendi declarou mesmo que estava farto do #MeToo, o movimento usado para denunciar estes casos de abusos por todo o mundo.

    SIC

  • Portugal compromete-se a enviar profissionais de saúde para África
    2:39
  • EUA acusam Síria de tentar apagar provas de alegado ataque químico em Douma
    1:28
  • Já pode escolher uma morte amiga do ambiente

    Mundo

    Preocupa-se com o ambiente? Recicla? Prefere andar a pé ou partilhar transportes? Então saiba que a partir de agora a morte também pode ser amiga do ambiente. Desde caixões degradáveis de vime a cremação líquida, já é possível diminuir o impacto ambiental da morte.

    SIC

  • Mágico comove audiência do Britain's Got Talent com a história de cancro da mulher e da filha
    5:16