sicnot

Perfil

Economia

Ikea lança bicicleta urbana no verão

Agora que a empresa sueca Ikea já construiu todos os produtos imagináveis para mobilar, decorar e organizar a casa, vira-se agora para o exterior: no próximo verão irá apresentar uma bicicleta urbana de baixa manutenção. E, tal como é prática da empresa, também este produto vai ter de ser montado pelo próprio cliente.

Sladda promete ser "a" bicicleta unisexo, de baixa manutenção, amiga do ambiente e leve para os percursos urbanos. É feita de alumínio, leve o suficiente para ser transportada escadas acima e abaixo, um eixo traseiro interno e uma correia sem óleo e que não enferruja que vai substituir a tradicional corrente. De acordo com a empresa [comunicado em sueco], esta correia pode fazer até 15 mil quilómetros.

O guiador é ajustável em altura e as rodas podem pode ter entre 26 ou 28 polegadas, opções para maiores de 12 anos. Um "sistema click inteligente" permite acrescentar acessórios como malas, cestos ou um atrelado. "Sladda é como as aplicações dos tablets: tem inúmeros acessórios para facilitar a utilização", diz um dos criadores.

O modelo é cinzento mate e foi criado por Oskar Juhlin, Jan Puranen e Kristian Eke do estúdio sueco Veryday Design. Segundo a IKEA, Sladda deverá estar à venda em todas as lojas a partir de agosto de 2016 e custará 699€ para o público em geral, 499€ para membros de Ikea Family.

Resta saber se é o próprio cliente que terá de montar as peças da bicicleta.

Atualização: contactado pela SIC, o gabinete de comunicação da IKEA Portugal confirmou que a bicicleta também estará à venda em Portugal em agosto "por um valor ajustado à realidade do mercado" português. Acrescentou ainda que a bicicleta terá de ser montada pelo próprio cliente.

  • "Tudo o que o Benfica está a fazer é uma forma de coação"
    1:59
    Play-Off

    Play-Off

    DOMINGO 22:00

    As queixas do Benfica contra a Federação Portuguesa de Futebol e a Liga foram tema de debate no Play-Off da SIC Notícias. Rodolfo Reis, Manuel Fernandes e Rui Santos acreditam que a posição está relacionada com o clássico Benfica-Porto do próximo sábado. Já João Alves considera que estes comunicados podem prejudicar o Benfica.

  • A primeira vez do Sr. Árbitro
    12:41
  • O pedido de desculpas de Dijsselbloem
    2:12

    Mundo

    O Governo português continua a mostrar a indignação que diz sentir perante as declarações do presidente do Eurogrupo. O ministro dos Negócios Estrangeiros português garante que com Dijsselbloem "não há conversa possível". Jeroen Dijsselbloem começou por recusar pedir desculpa mas depois cedeu perante a onda de indignação.