sicnot

Perfil

Economia

Primeiro-ministro garante que contribuintes não vão pagar solução para o crédito malparado

Primeiro-ministro garante que contribuintes não vão pagar solução para o crédito malparado

O primeiro-ministro garante que não vão ser os contribuintes a pagar a criação de um banco mau para limpar o lixo da banca. O debate quinzenal ficou marcado por este tema, depois de António Costa ter admitido que quer criar um veículo que retire dos bancos os créditos em risco ou incobráveis. O Bloco de Esquerda avisa que não aceitará que a limpeza da banca se torne num encargo para os contribuintes.

  • Catarina Martins cética em relação à criação de um banco mau
    9:10

    Edição da Manhã

    O Bloco de Esquerda realiza hoje um colóquio sobre a experiência de resgate da banca espanhola. A sessão é apresentada por Catarina Martins, hoje convidada da Edição da Manhã para abordar este e outros temas em destaque na atualidade. Em relação à criação de um banco mau, proposta pelo primeiro-ministro, a dirigente do BE não rejeitou esta hipótese, mas mostrou-se cética em relação a esta medida.

  • Turistas chegam a esperar 2 horas no controlo de passaporte do Aeroporto de Lisboa
    2:35

    País

    Chegar ao Aeroporto de Lisboa pode ser uma dor de cabeça para centenas de passageiros. A espera para o controlo de passaporte chegou a ultrapassar as duas horas nos meses de fevereiro e março. Manuela Niza, do Sindicato dos Funcionários do Serviços de Estrangeiros e Fronteiras, diz que têm sido contratados inspetores que depois são desviados para outros serviços.

  • Hasta pública de madeira ardida rendeu 2,85 milhões de euros

    País

    Mais de meia centena de lotes de madeira ardida proveniente de matas nacionais e perímetros florestais geridos pelo Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) foram esta quinta-feira vendidos por 2,85 milhões de euros, numa hasta pública em Viseu.

  • "Dinheiro gasto em contentores dava para construir outro hospital" no Porto
    1:40

    País

    A bastonária dos Enfermeiros pede uma investigação aos contratos de contentores no Hospital de São João, no Porto. Ana Rita Cavaco diz que os "milhares de euros" já gastos na contratação e manutenção dos contentores da Pediatria e outros serviços do centro Hospitalar de São João davam para construir um novo hospital. E levanta ainda a suspeita sobre a empresa contratada.