sicnot

Perfil

Economia

Oferta por cada ação do BPI inferior à da OPA do ano passado

O valor de 1,113 euros oferecido hoje pelo Caixabank por cada uma das ações que não possui do BPI é inferior aos 1,329 euros oferecidos na Oferta Pública de Aquisição (OPA) com o mesmo formato anunciada em fevereiro do ano passado.

© Rafael Marchante / Reuters

Tal como na operação falhada de 2015, o Caixabank (maior acionista do BPI com 44,1% do capital) indicou que o valor oferecido (que é cerca de 16% inferior) representa o preço médio ponderado por volume nos últimos seis meses. Ou seja, o valor estimado do BPI baixou para 1,6 mil milhões de euros (quando era de cerca de 1,9 mil milhões).

Numa nota explicativa sobre a operação enviada hoje para o regulador do mercado espanhol, a CNMV, o Caixabank indica que a OPA Voluntária visa a totalidade das ações que não possui do BPI, ou seja 55,9% do capital (814,5 milhões de ações em circulação).

O banco espanhol relativiza o preço mais baixo oferecido por cada ação (-16%), adiantando que "o índice dos bancos da Eurozona (SX7E) baixou 26%" no mesmo período.

Além das autorizações regulatórias, a OPAV está condicionada - tal como a anterior de fevereiro de 2015 - à eliminação em Assembleia Geral de Acionistas das atuais limitações de voto do Caixabank no BPI (20% dos votos apesar de deter 44,1% do capital). Também implica alcançar uma participação superior a 50% do capital.

O banco catalão indica que manteve o Banco Central Europeu "plenamente informado da situação e ao corrente em todos os momentos".

Sobre a operação que agora propõe, o Caixabank considera que, ao eliminar a limitação de voto, "alinha os seus interesses económicos e políticos no BPI".

"É um passo lógico na expansão internacional do Caixabank dado o seu conhecimento do BPI e do mercado bancário português, onde o Caixabank está ativo desde 1995", indicam os catalães.

O banco catalão acrescenta que uma OPA com êxito poder levar o Caixabank a ajudar o BPI na "recuperação da rentabilidade do seu negócio bancário mediante sinergias de custes", bem como a aplicação do seu modelo de negócio "para gerar sinergias de receitas".

No terceiro ano após a OPA, estima o Caixabank o potencial de sinergias de custos ascenderá a 85 milhões de euros e as sinergias de receitas de 35 milhões de euros/ano.

Lusa

  • Sismo de magnitude 4,0 provoca um morto em Nápoles

    Mundo

    Um sismo de magnitude 4,0 na escala de Richter atingiu esta segunda-feira a ilha de Ísquia no golfo de Nápoles, no mar Tirreno, no sul de Itália. De acordo com o jornal La Stampa uma mulher terá morrido e dois feridos estarão em perigo de vida.

  • A easyJet não está a oferecer bilhetes no Facebook. Cuidado, é uma burla

    País

    Se esteve no Facebook nos últimos dias, provavelmente reparou na oferta de dois bilhetes para uma viagem da easyJet, a propósito do 22.º aniversário da companhia aérea britânica. Uma viagem para dois tinha tudo para correr bem, não fosse um esquema de burla, criado para obter os dados pessoais dos utilizadores que partilham a publicação na rede social.

  • Brasileiros procuram Portugal
    3:59

    País

    Viver em Portugal é hoje em dia um grande sonho da classe média brasileira. De acordo com o Ministério dos Negócios Estrangeiros, só em 2016, o número de vistos de residência aumentarem em mais de 30%. A língua, a segurança e a qualidade de vida são as razões apontadas para a mudança. Todos os dias, no consulado português no Rio de Janeiro, para a obtenção de vistos.

  • Big Ben em silêncio durante quatro anos
    2:15

    Mundo

    Esta segunda-feira ficou marcada pelas últimas badaladas dos famosos sinos do Big Ben, em Londres, no Reino Unido. A torre, na qual está instalada o relógio mais famoso do mundo, vai entrar em obras e os sinos só vão voltar a tocar em 2021.

  • Garrafa lançada ao mar em Rhodes recebe resposta de Gaza
    1:43

    Mundo

    A história parece de filme, mas aconteceu numa praia de Gaza. Um casal britânico lançou uma garrafa com uma mensagem ao mar, em julho, na ilha grega de Rhodes. A garrafa foi encontrada por um pescador numa praia de Gaza, que aproveitou para enviar a resposta, na qual falou sobre as restrições impostas por Israel.