sicnot

Perfil

Economia

Marcelo considera prematuro falar sobre previsões de crescimento económico

O Presidente da República considerou hoje prematuro falar sobre previsões do crescimento, lembrando que esta semana irão a Conselho de Ministros "dois documentos muito importantes para os próximos anos", o Programa de Estabilidade e o Programa Nacional de Reformas.

© Hugo Correia / Reuters

Questionado sobre os alertas da Comissão Europeia para a necessidade de mais medidas de austeridade, o chefe de Estado, Marcelo Rebelo de Sousa, recordou que no final da semana serão aprovados em Conselho de Ministros o Programa de Estabilidade e Crescimento e o Programa Nacional de Reformas, documentos que depois seguirão para o parlamento e, posteriormente, para Bruxelas.

"Até ao momento da sua aprovação é prematuro estar a falar de previsões sobre o crescimento do Produto Interno Bruto, sobre outras variáveis macroeconómicas, vamos esperar", afirmou Marcelo Rebelo de Sousa, em declarações aos jornalistas à saída da Academia de Belas Artes, que visitou esta tarde em Lisboa.

Perante a insistência da comunicação social, o Presidente da República acrescentou apenas: "vamos esperar para ver essas perspectivas e, depois de conhecidas, no fim da semana falamos".

No relatório final da terceira missão pós-programa de ajustamento, divulgado na segunda-feira, a comissão europeia insiste que Portugal arrisca ter um desvio orçamental significativo este ano, reiterando que o Governo teria de adotar pelo menos mais 700 milhões de euros em medidas de austeridade para cumprir o ajustamento estrutural exigido de 0,6%.

Lusa

  • "Serei o Presidente de todos os angolanos"
    2:06
  • Costa de Metro de Odivelas para Lisboa para relembrar corrida entre burro e Ferrari
    2:55

    Autárquicas 2017

    António Costa começou hoje o dia de campanha em Odivelas, para uma viagem de Metro até Lisboa, em que recordou a célebre corrida entre um burro e um Ferrari que protagonizou em 1993 quando foi canditado do PS à Câmara de Loures. Foi nesta cidade, onde ontem à noite, que desferiu um violento ataque a Pedro Passos Coelho, acusando-o de transformar o PSD num partido que não é digno de um Estado democrático.

  • O aeroporto de Beja, um "elefante branco" na planície alentejana
    4:33
  • Supervisão bancária origina novo diferendo entre Carlos Costa e Governo
    0:57

    Economia

    Reacendeu-se a guerra entre o Governo e o governador do Banco de Portugal. Em conferência na sede do banco, esta segunda-feira, Carlos Costa deixou uma crítica indireta ao novo modelo de supervisão bancária. O ministro das Finanças, Mário Centeno, não gostou e exigiu a Carlos Costa que se retratasse, mas o governador recusou-se.

  • Paciente há 15 anos em estado vegetativo consegue seguir objetos e mexer a cabeça

    Mundo

    Um homem de 35 anos, que ficou em estado vegetativo após um acidente de viação há 15 anos, deu sinais de consciência depois de lhe ter sido aplicada uma nova técnica de estimulação nervosa. Cirurgiões implantaram no paciente um pequeno aparelho que estimula o nervo vago, responsável pela ligação nervosa entre o cérebro e o resto do corpo. A intervenção aconteceu em França e a descoberta foi publicada na revista científica Current Biology.