sicnot

Perfil

Economia

Ministro avisa PSD que proposta sobre setor do leite viola regras comunitárias

O ministro da Agricultura, Capoulas Santos, alertou hoje o PSD para a violação das regras comunitárias presentes no requerimento dos social-democratas para a constituição de um grupo de trabalho do setor leiteiro.

(Arquivo)

(Arquivo)

"Aconselho o PSD a ler o regulamento comunitário. A proposta viola o regulamento comunitário", avisou o ministro da tutela, no parlamento.

O grupo parlamentar do PSD entregou hoje um requerimento para a constituição de um grupo de trabalho do setor leiteiro que deve avaliar a situação atual e propor medidas num prazo de 90 dias.

O grupo de trabalho proposto pelo PSD para o setor leiteiro deverá fazer uma avaliação concreta das medidas e ações já existentes e propor iniciativas adicionais, apresentando um relatório final, depois de ouvir as principais entidades que intervêm no setor.

"É preciso ouvir o setor do leite e perceber quais são as alternativas para mitigar a crise", disse o social-democrata, Nuno Serra, à Lusa.

Capoulas Santos, que está a ser ouvido na Comissão parlamentar de Agricultura, respondeu às dúvidas dos deputados social-democratas sobre as posições defendidas por Portugal em Bruxelas para o setor do leite e da suinicultura.

O PSD defende que a origem do leite deve estar presente na rotulagem e que o consumidor deve ter acesso a esta informação.

"Queremos que venha no leite a origem. Está de acordo com esta questão da rotulagem do leite? Contamos com uma posição favorável do Governo português nessa questão? Quais as medidas que o Governo levou à Comissão Europeia?", questionou Nuno Serra.

O deputado social-democrata questionou igualmente o ministro da tutela sobre se o Governo defendeu em Bruxelas a redução da produção e da oferta de leite e de suínos e como é que Portugal vai atuar sobre esta matéria.

Capoulas Santos respondeu, dizendo que "há uma crise de mercado com desequilíbrios entre a oferta e a procura", portanto, "ou se abrem novos mercados, ou se reduz a produção".

"Estamos a fazer esforços para abrir o mercado, para encontrar pontos de escoamento", assegurou o ministro.

O governante referiu ainda que "nada impede que os industriais do leite ponham até no rótulo a bandeira portuguesa, mas é um regulamento comunitário".

"Se, de facto, fosse possível, já o teríamos feito, como fizemos para a carne de porco", rematou o ministro.

Lusa

  • Trump cria linha de apoio a vítimas de "extraterrestres criminosos"

    Mundo

    Quando o Governo norte-americano usa o termo "extraterrestre criminoso", refere-se a alguém que não é cidadão dos Estados Unidos da América e que foi condenado por um crime. Quando a mesma expressão é usada pelos utilizadores do Twitter, o significado é completamente diferente. Os internautas pensam na série Ficheiros Secretos e em discos voadores. Por isso, o lançamento de uma linha telefónica, por parte da Casa Branca, para as vítimas de "extraterrestres criminosos" só podia dar em confusão.

  • Casados há 69 anos, morrem de mãos dadas com 40 minutos de diferença

    Mundo

    Isaac Vatkin, de 91 anos, morreu cerca de 40 minutos depois de Teresa, de 89 anos, no passado sábado no Highland Park Hospital, no estado norte-americano Ilinóis. "Não queríamos que fossem embora, mas não podíamos pedir que partíssem de melhor maneira", afirmou o neto William Vatkin. O casal morreu no hospital poucos dias depois de celebrarem 69 anos de casados.