sicnot

Perfil

Economia

Ministro avisa PSD que proposta sobre setor do leite viola regras comunitárias

O ministro da Agricultura, Capoulas Santos, alertou hoje o PSD para a violação das regras comunitárias presentes no requerimento dos social-democratas para a constituição de um grupo de trabalho do setor leiteiro.

(Arquivo)

(Arquivo)

"Aconselho o PSD a ler o regulamento comunitário. A proposta viola o regulamento comunitário", avisou o ministro da tutela, no parlamento.

O grupo parlamentar do PSD entregou hoje um requerimento para a constituição de um grupo de trabalho do setor leiteiro que deve avaliar a situação atual e propor medidas num prazo de 90 dias.

O grupo de trabalho proposto pelo PSD para o setor leiteiro deverá fazer uma avaliação concreta das medidas e ações já existentes e propor iniciativas adicionais, apresentando um relatório final, depois de ouvir as principais entidades que intervêm no setor.

"É preciso ouvir o setor do leite e perceber quais são as alternativas para mitigar a crise", disse o social-democrata, Nuno Serra, à Lusa.

Capoulas Santos, que está a ser ouvido na Comissão parlamentar de Agricultura, respondeu às dúvidas dos deputados social-democratas sobre as posições defendidas por Portugal em Bruxelas para o setor do leite e da suinicultura.

O PSD defende que a origem do leite deve estar presente na rotulagem e que o consumidor deve ter acesso a esta informação.

"Queremos que venha no leite a origem. Está de acordo com esta questão da rotulagem do leite? Contamos com uma posição favorável do Governo português nessa questão? Quais as medidas que o Governo levou à Comissão Europeia?", questionou Nuno Serra.

O deputado social-democrata questionou igualmente o ministro da tutela sobre se o Governo defendeu em Bruxelas a redução da produção e da oferta de leite e de suínos e como é que Portugal vai atuar sobre esta matéria.

Capoulas Santos respondeu, dizendo que "há uma crise de mercado com desequilíbrios entre a oferta e a procura", portanto, "ou se abrem novos mercados, ou se reduz a produção".

"Estamos a fazer esforços para abrir o mercado, para encontrar pontos de escoamento", assegurou o ministro.

O governante referiu ainda que "nada impede que os industriais do leite ponham até no rótulo a bandeira portuguesa, mas é um regulamento comunitário".

"Se, de facto, fosse possível, já o teríamos feito, como fizemos para a carne de porco", rematou o ministro.

Lusa

  • Manuel Delgado demitiu-se devido a "grave violação da privacidade"

    País

    O ex-secretário de Estado da Saúde diz que apresentou a demissão para "não perturbar nem criar qualquer tipo de embaraço ao normal funcionamento do Governo". Num comunicado, Manuel Delgado esclarece que foi remunerado pelo trabalho de consultor na Raríssimas "muito antes" da entrada no Governo e acrescenta que respeitou na íntegra todo o quadro legal e ético.

  • O que vai mudar nos recibos verdes
    2:55

    Economia

    Os trabalhadores independentes vão descontar menos para a Segurança Social já no próximo ano. A taxa vai descer dos 29,6% por cento para os 21,4%. A descida será compensada por um aumento das contribuições pagas pelos patrões. Há também alterações em caso de desemprego e o subsídio de doença passa a ser pago ao fim de 10 dias em vez de 31.

  • Tripulantes da TAP acusam companhia de desrespeitar compromissos
    3:16

    Economia

    O Sindicato que representa os tripulantes da TAP acusa a empresa de estar a violar a lei. A companhia aérea portuguesa denunciou unilateralmente o acordo de empresa com os tripulantes e apresentou novas condições, que o sindicato considera indignas. Diz que os tripulantes fizeram esforços pela companhia no verão e que agora estão a ser desrespeitados.

  • Uma "Árvore da Esperança" pelas vítimas dos fogos
    2:01
  • Bebé nasce com coração fora do peito e sobrevive
    2:06
  • Zapatou volta a eleger os melhores vídeos da internet
    6:28