sicnot

Perfil

Economia

Ministro garante que contratos a prazo dos funcionários das escolas vão ser renovados

O ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, garantiu hoje, no parlamento, que os mais de dois mil assistentes operacionais nas escolas, contratados a prazo, vão ter o seu contrato renovado para o próximo ano.

Tiago Brandão Rodrigues, ministro da Educação.

Tiago Brandão Rodrigues, ministro da Educação.

"Relativamente à renovação dos contratos do pessoal não docente, queria dizer que os mais de dois mil contratos a termo certo, que terminam a 31 de agosto, serão renovados, considerando os objetivos de satisfação das necessidades e da gestão eficaz dos recursos humanos", disse Tiago Brandão Rodrigues aos deputados da comissão parlamentar de Educação e Ciência, onde hoje esteve, no âmbito das audições regulamentares aos membros do Governo.

Disse ainda que a aplicação do horário de trabalho de 35 horas está a ser estudada pelo Ministério da Educação no caso dos docentes e dos funcionários não docentes, referindo que, para professores, o impacto se prende com a componente fora de sala de aula do seu trabalho.

Questionado pela deputada do PSD Nilza Sena, sobre se serão alterados os rácios do número de funcionários por aluno nas escolas, e se a tutela já garantiu a verba necessária para a aplicação das 35 horas nas escolas -- que estimou em 40 milhões de euros --, o Governo respondeu, pela voz da secretária de Estado Adjunta e da Educação, Alexandra Leitão, que a alteração de rácios não se coloca.

"Não é preciso mexer nos rácios. É preciso prover com o número de assistentes operacionais que for necessário a mais, e que não montam ao valor que a senhora deputada disse".

Relativamente ao novo normativo de matrículas e frequência escolar, publicado na passada semana, e que impõe que só possa haver redução do tamanho das turmas com alunos com necessidades educativas especiais (NEE) se estes passarem 60% do tempo a trabalhar junto da sua turma, os deputados questionaram o ministro sobre o seu impacto e se, com as novas regras, seria efetivamente possível haver uma redução das turmas, perguntando ainda pela adequação dos recursos disponíveis nas escolas.

O deputado do PSD Amadeu Albergaria perguntou diretamente ao ministro Brandão Rodrigues se estaria disponível para revogar o normativo.

Na resposta, o Governo, pela voz do secretário de Estado da Educação, João Costa, reafirmou que o objetivo do diploma é uma maior inclusão dos alunos com NEE e que não quer, em nenhuma situação, ter turmas sobredimensionadas.

Questionado sobre a redução do amianto nas escolas, o ministro Brandão Rodrigues disse que os trabalhos de remoção estão a ser articulados com as autarquias, que muitas das obras para o efeito "são de monta" e que implicam "um período mais ou menos longo" de realização, que serão realizadas seguindo uma lista de prioridades, de acordo com "critérios de perigosidade" à exposição a este material, e que algumas das remoções serão feitas no âmbito de obras da Parque Escolar, para renovação dos estabelecimentos.

Quanto ao inquérito aos professores sobre a adequação das orientações curriculares em todas as disciplinas, que o Ministério da Educação promoveu, e cujo prazo de resposta terminava hoje, o ministro adiantou que foram recebidos mais de 20 mil contributos e que as respostas dos docentes questionam sobretudo se as metas em vigor são exequíveis face aos programas das disciplinas, destacando o caso da Matemática.

Lusa

  • SIC faz-se à estrada para ouvir eleitores
    2:13
  • Furacão Maria ameaça Ilhas Virgens e Porto Rico

    Mundo

    O furacão Maria "potencialmente catastrófico" está a ameaçar as Ilhas Virgens e o Porto Rico, depois de esta terça-feira ter semeado a destruição na Dominica e provocado um morto e dois desaparecidos na ilha francesa de Guadalupe.

  • Pistolas Nerf podem causar graves lesões nos olhos

    Mundo

    As balas das pistolas Nerf, quando atingem os olhos, podem causar graves lesões. O aviso é de um grupo de médicos de Londres, que recomenda a utilização de óculos protetores e o aumento da idade mínima para a utilização dos brinquedos.

    SIC

  • Investigadores descobrem como transformar gordura "má" em gordura "boa"

    Mundo

    Uma equipa de investigadores da Universidade de Washington, Estados Unidos, descobriu como converter a gordura corporal "má" em gordura "boa", permitindo queimar mais calorias e atrasar o aumento de peso, num estudo conduzido em ratos. Estes resultados abrem caminho para a possibilidade de desenvolver tratamentos mais eficazes para a obesidade e para a diabetes associada ao aumento de peso em pessoas, segundo os autores.

  • Escola na Croácia usa imagem de Melania Trump para chamar alunos

    Mundo

    "Imagine até onde pode ir com um pouco de inglês", foi com estas palavras que uma escola de inglês da Croácia decidiu promover as suas aulas, juntando ainda a fotografia de Melania Trump ao placard do anúncio. Agora, a primeira-dama norte-americana ameaça levar o Instituo Americki a tribunal. Entretanto, o placard já foi retirado do local.

    SIC