sicnot

Perfil

Economia

Ministro da Economia espera "impacto positivo nas contas públicas" do desconto no gasóleo

Ministro da Economia espera "impacto positivo nas contas públicas" do desconto no gasóleo

O ministro da Economia Miguel Caldeira Cabral não quis adiantar, para já, qual será o impacto do desconto nos combustíveis nas contas nacionais. Ainda assim, garante que a receita será sempre superior à despesa que o Estado possa ter.

  • Gasóleo profissional mais barato nas fronteiras
    3:11

    Economia

    Para evitar o abastecimento de combustível em Espanha, o Governo decidiu reduzir o preço do gasóleo profissional para transportadoras em postos de combustíveis em três zonas de fronteira, uma experiência que vai decorrer durante seis meses. Ainda este ano, as transportadoras vão também pagar menos nas antigas SCUT. A Associação Nacional das Transportadoras Portuguesas considera que a descida do ISP vai fazer com que muitas empresas passem a abastecer em Portugal.

  • Bataglia deixou passar 12 milhões pela sua conta a pedido de Salgado
    2:05

    Operação Marquês

    O presidente da Escom e arguido na Operação Marquês Helder Bataglia terá admitido que Ricardo Salgado utilizou uma conta bancária do empresário, na Suíça, para passar 12 milhões de euros a Carlos Santos Silva, amigo de José Sócrates. O amigo de Sócrates e Bataglia terão combinado várias formas de não levantar suspeitas. A notícia é avançada pelo jornal Expresso na edição deste sábado.

  • Patrões não aceitam alterações ao acordo de concertação social
    2:25

    Economia

    As confederações patronais foram esta sexta-feira ao Palácio de Belém dizer ao Presidente da República que não aceitam que o Parlamento faça alterações ao acordo de concertação social. Os patrões dizem ainda ter esperança que o Parlamento não chumbe o decreto-lei que reduz a TSU das empresas com salários mínimos.

  • Dirigente derrotado da Gâmbia concorda em ceder poder

    Mundo

    O ex-presidente e candidato derrotado das eleições na Gâmbia, Yahya Jammeh, concordou em ceder o poder ao novo Presidente do país, empossado na quinta-feira, indicou esta sexta-feira um responsável governamental senegalês.