sicnot

Perfil

Economia

Portugal está abaixo da média dos países europeus na aplicação da poupança

Portugal está abaixo da média dos países europeus na proatividade da aplicação da poupança e na recolha de informação independente na escolha de produtos financeiros, segundo as primeiras conclusões de um estudo da OCDE sobre formação financeira.

A Rede Internacional de Educação Financeira (INFE, na sigla em inglês), da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE), divulgou hoje os resultados preliminares (de 17 países) de um inquérito à literacia financeira realizado em 2015 em mais de 20 países, incluindo Portugal.

"Os resultados para Portugal relacionados com a proatividade na aplicação da poupança (37%) estão abaixo da média dos países europeus, devido à propensão para deixar o dinheiro na conta de depósitos à ordem", informa o Banco de Portugal, que faz parte da INFE.

Também "ligeiramente abaixo da média dos países europeus surge o recurso a informação independente na escolha de produtos financeiros (6,0%), revelando preferência pelo aconselhamento ao balcão", escreve o BdP.

Portugal surge também abaixo da média dos países europeus "na indicação de o rendimento não ter sido suficiente para cobrir o custo de vida nos últimos 12 meses (35%)".

Acima da média dos países europeus no que respeita ao conhecimento dos conceitos de inflação e de diversificação de risco: 87% mostram saber o que é a inflação (média de 79% nos países europeus) e 73% compreendem que a diversificação da carteira de ações quando investem no mercado de capitais contribui para a redução do risco (média de 63% nos países europeus);

Portugal surge também "ligeiramente acima da média nas questões sobre comportamentos financeiros estão o pagamento atempado de contas (81%) e o facto de os inquiridos não indicarem a necessidade de recurso ao crédito para fazerem face às despesas quotidianas (84%)".

Por fim, o Banco de Portugal destaca que os resultados para Portugal estão acima da média dos países europeus em nove de 12 questões relacionadas com comportamentos financeiros.

Cerca de "72% dos entrevistados em Portugal referem fazer um orçamento familiar (média de 63% nos países europeus), 82% analisaram algum tipo de informação antes de contratarem um produto financeiro (média de 49% nos países europeus) e 79% afirmam controlar sistematicamente as suas finanças pessoais (média de 71% nos países europeus)", exemplifica o banco central.

Os resultados globais deste inquérito internacional realizado pela INFE deverão ser publicados em outubro.

A International Network on Financial Education foi criada, em 2008, sob a égide da OCDE para promover princípios e boas práticas de formação financeira.

Lusa

  • Coutinho e Neymar salvam Brasil já na compensação

    Mundial 2018 / Brasil

    O Brasil venceu a Costa Rica por 2-0 numa partida a contar para a 2ª jornada do grupo E do Mundial da Rússia. Contas feitas, o Brasil sobe para o primeiro lugar do grupo, com 4 pontos, seguido da Sérvia com 3 pontos. A Suíça (1 ponto) e a Costa Rica (0 pontos) ocupam, assim, os últimos lugares da tabela.

  • O choro intenso de Neymar explicado pelo próprio
    0:51
  • Moutinho e Raphael Guerreiro de "baixa", Fonte disponível "para tocar bombo"
    1:52
  • Mulher morre após ser mandada para casa pelo Centro Hospitalar do Oeste
    2:23

    País

    Uma mulher morreu depois de ter tido alta no Centro Hospitalar do Oeste. Há fortes suspeitas que tenha sido vítima de um diagnóstico mal feito por uma empresa de telemedicina. O Bastonário da Ordem dos Médicos quer avaliar todos os contratos do Estado com serviços de telemedicina e impedir que as empresas e os hospitais fujam às responsabilidades. Até agora ninguém foi responsabilizado, a família apresentou várias queixas e Entidade Reguladora da Saúde abriu um inquérito.

  • Antigo campeão nacional de Ori-BTT, de 19 anos, morreu em colisão com carro
    1:42

    País

    Um ciclista de 19 anos morreu e o pai ficou gravemente ferido, numa colisão com uma viatura que fazia uma inversão de marcha, em Loulé, na quarta-feira. Quando o acidente aconteceu, o jovem estava a treinar para um campeonato na Hungria, onde ia participar dentro de poucos dias. Duarte Lourenço, que chegou a ser campeão nacional de Ori-BTT, pertencia ao escalão de Juniores, devido à sua idade, mas por vontade própria fazia escalão Sénior.