sicnot

Perfil

Economia

Proprietários de postos de combustível querem descontos no gasóleo profissional em todo o país

Proprietários de postos de combustível querem descontos no gasóleo profissional em todo o país

Os proprietários de postos de combustíveis querem os descontos no gasóleo profissional em todo o país e não apenas na fronteira. A SIC falou com João Durão, presidente da Associação Nacional de Revendedores de Combustíveis (ANAREC), que considera que o ideal seria o Governo descer o imposto sobre os combustíveis.

  • Gasóleo profissional mais barato nas fronteiras
    3:11

    Economia

    Para evitar o abastecimento de combustível em Espanha, o Governo decidiu reduzir o preço do gasóleo profissional para transportadoras em postos de combustíveis em três zonas de fronteira, uma experiência que vai decorrer durante seis meses. Ainda este ano, as transportadoras vão também pagar menos nas antigas SCUT. A Associação Nacional das Transportadoras Portuguesas considera que a descida do ISP vai fazer com que muitas empresas passem a abastecer em Portugal.

  • Ministro diz que negociações sobre gasóleo profissional têm sido positivas
    0:25

    Economia

    A Associação Nacional das Transportadoras Portuguesas diz que os descontos anunciados pelo Governo para o gasóleo dos veículos de mercadorias "é uma pequena vitória". Em três zonas de fronteira com Espanha, e nas antigas SCUT, no interior, o combustível vai ser mais barato. Em Matosinhos, o ministro da Economia recusou comentar o assunto, sublinhando apenas que as negociações ainda decorrem mas têm sido positivas.

  • Polícias ameaçam com protestos no arranque do campeonato
    1:24

    País

    Os agentes da PSP ameaçam boicotar a presença nos jogos do campeonato da Primeira e Segunda ligas que começam em 15 dias. Os agentes colocam em causa o atual modelo de policiamento no futebol, que faz com que muitos dos profissionais da PSP trabalhem sem remuneração em dia de folga.

  • 700 milhões para armamento e equipamento militar
    1:16

    País

    Portugal vai investir nos próximos anos 700 milhões de euros em armas e equipamento militar. Segundo a imprensa de hoje, o objetivo é colocar algumas áreas das Forças Armadas a um nível similar ao dos outros aliados da NATO. É o maior volume de programas de aquisição dos últimos anos e parte das verbas vão beneficiar a indústria portuguesa que fabrica aviões, navios-patrulha, rádios e sistemas de comando e controlo.

  • Princesa Diana morreu há 20 anos. Filhos falam pela 1ª vez da intimidade
    1:15