sicnot

Perfil

Economia

Fim das prestações sociais indevidas deve render ao Governo 100 milhões de euros

O Governo estima, no Programa Nacional de Reformas, poupar 100 milhões de euros este ano, reavaliando as isenções e reduções dos pagamentos à Segurança Social como medida de combate à fraude e evasão contributiva.

(Arquivo)

(Arquivo)

No Programa Nacional de Reformas aprovado hoje em Conselho de Ministros, o executivo prevê a "definição de medidas de combate à fraude e evasão contributiva", com as quais prevê poupar já 100 milhões de euros este ano.

Para isso, pretende alterar o processo de declaração de remunerações à Segurança Social já em 2016, "reforçando a eficácia na deteção de comportamentos de subdeclaração e minimizando o risco de evasão contributiva".

No Programa de Governo, o PS previa já "reavaliar as isenções e reduções da taxa contributiva para a Segurança Social que de exceção se transformaram em regra, fazendo perder mais de 500 milhões de euros de receitas por ano".

Na semana passada, o ministro do Trabalho, Vieira da Silva, indicou que a Segurança Social pagou indevidamente cerca de 200 milhões em prestações, adiantando que o Governo pretendia travar o pagamento indevido de prestações sociais e avançar com algumas alterações legislativas, nomeadamente, no Rendimento Social de Inserção (RSI).

O Governo pretende também "aperfeiçoar e tornar mais eficaz o processo de recuperação de pagamentos indevidos e reduzir o volume de prestações sociais atribuídas indevidamente, bem como flexibilizar os mecanismos de cobrança de dívida, com o aperfeiçoamento do processo de participação de dívida, a agilização dos procedimentos para pagamento e celebração de planos de pagamento, com particular enfoque na viabilização das empresas, no decurso do biénio 2016/2017".

Ainda na área da Segurança Social, o executivo pretende privilegiar o atendimento 'online', mas garantir um "adequado" atendimento telefónico e presencial e cobertura territorial.

O Governo quer anda fazer uma avaliação "global dos sistemas previdencial e de proteção social de cidadania, até 2018", para "garantir a convergência da Caixa Geral de Aposentações com o regime geral da Segurança Social".

Além disso, o executivo vai estudar "opções de simplificação institucional e de simplificação da malha de prestações sociais, assegurando sempre nas medidas que dele resultem a proteção dos atuais beneficiários de prestações e o reforço da eficácia global dos sistemas".

Em 2018, o governo pretende "implementar novas funcionalidades que permitam a consulta da carreira contributiva e o histórico de prestações auferidas, a previsão do valor da pensão a receber e a submissão 'online' de requerimentos, assim como a exploração do potencial dos dispositivos móveis enquanto canais emergentes de comunicação, garantindo-se a possibilidade de uma interação permanente entre contribuintes e beneficiários e a Segurança Social".

Lusa

  • Os melhores do mundo pela FIFA da última década

    Desporto

    O português Cristiano Ronaldo e o argentino Lionel Messi têm repartido de forma igual os prémios de melhor jogador do mundo pela FIFA, na última década. Apesar destes dois nomes serem os mais falados, muitos outros jogadores foram nomeados para o prémio. Conheça a lista dos nomeados e dos vencedores desde 2007.

  • "Avançámos em primeiro lugar com incentivos às empresas"
    18:07

    Economia

    O ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral, esteve na Edição da Noite da SIC Notícias para falar do que pode ser feito depois da tragédia dos incêndios que assolou o país na última semana. O governante diz que já avançou com incentivos às empresas afetadas e que neste momento o mais importante é preservar a segurança das pessoas.

    Entrevista SIC Notícias

  • Santana Lopes lamenta que Rui Rio tenha recusado debates com as bases do PSD
    0:40

    País

    Pedro Santana Lopes lamenta que Rui Rio tenha recusado a realização de debates com as bases do partido. Fernando Negrão, responsável pela candidatura de Santana Lopes à presidência do PSD, já tinha advertido em comunicado que a posição de Rui Rio poderia também inviabilizar quaisquer outros frente a frente, incluindo os organizados pela comunicação social. Santana Lopes está na Guarda, no primeiro jantar com apoiantes desde que anunciou a candidatura.

  • Tudo o que precisa saber sobre a moção de censura

    País

    O Governo minoritário do PS enfrenta na terça-feira a sua primeira moção de censura, a 29.ª em 43 anos de democracia, mas PCP, BE e PEV já anunciaram que vai "chumbar" a iniciativa do CDS-PP. Esta é a sétima moção de censura apresentada pelo CDS-PP e a 29.ª a ser discutida na Assembleia da República. Os três partidos de esquerda que têm apoiado o executivo, PCP, BE e PEV, já anunciaram que votam contra. Com os votos do PS, a moção é chumbada.

  • Gémeas correm risco de vida se não saírem de Gaza

    Mundo

    Duas irmãs gémeas siamesas correm risco de vida enquanto permanecerem em Gaza. Quem diz é o médico Alam Abu Hamba, do Hospital de Shifra, que garante que "situação complicada" das meninas não pode ser tratada por médicos no território costeiro, atulamente bloqueado pelo Egito e por Israel. Abu Hamba espera que o casal de gémeas possa ser transferido para fora da separação.

  • Encontrado corpo de menina posta de castigo na rua pelo pai

    Mundo

    Sherin Mathews estava desaparecida desde o dia 7 de outubro. Este domingo a polícia do estado norte-americano do Texas encontrou o corpo de uma criança que acreditam ser a menina de três anos, desaparecida depois de o pai a colocar de castigo na rua, durante a madrugada.

    SIC