sicnot

Perfil

Economia

Governo prevê 6,7 mil M€ de investimento no Programa Nacional de Reformas até 2020

O ministro do Planeamento, Pedro Marques, afirmou hoje que o Programa Nacional de Reformas vai absorver 25 mil milhões de euros até 2020, sendo cerca de metade em fundos comunitários e 6,7 mil milhões de comparticipação nacional.

Ministro do Planeamento, Pedro Marques.

Ministro do Planeamento, Pedro Marques.

TIAGO PETINGA/ LUSA

Estes dados foram avançados por Pedro Marques, numa conferência de imprensa conjunta com o ministro das Finanças, Mário Centeno, após o executivo ter aprovado em Conselho de Ministros os programas de Estabilidade e Nacional de Reformas.

Interrogado sobre a capacidade de Portugal investir 6,7 mil milhões de euros nos próximos anos, Pedro Marques alegou que o investimento anual pouco ultrapassará os mil milhões de euros por ano e que essas verbas serão provenientes de todos os ministérios, representando "escolhas de políticas públicas".

Lusa

  • Plano de estabilidade sem aumento de impostos
    2:45

    Economia

    O primeiro-ministro garante que não vai aumentar os impostos. António Costa diz mesmo que essa medida não está prevista no Plano de Estabilidade, aprovado hoje pelo Governo. Trata-se do documento exigido por Bruxelas com os objectivos do executivo e as medidas para os atingir.

  • Principais medidas do Plano Nacional de Reformas
    2:31

    Economia

    A par do Plano de Estabilidade, o Plano Nacional de Reformas é um dos dois documentos que define o rumo do país nos próximos anos, com as grandes opções estratégicas como, por exemplo, a forma de aplicar o dinheiro que vem da Europa. Foi aprovado hoje pelo Governo e prevê alterações profundas durante os próximos anos. A prioridade é aumentar o salário mínimo nacional, ajudar os desempregados e canalizar mais dinheiro para a educação e a saúde.

  • Prisão preventiva para homicida de Barcelos
    1:43

    País

    O alegado homicida de Barcelos vai ficar em prisão preventiva, por quatro crimes de homicídio. Adelino Briote foi ouvido este sábado de manhã no Tribunal de Braga, depois de na sexta-feira ter alegadamente degolado quatro pessoas na freguesia de Tamel, em Barcelos.

  • Morte de portuguesa no Luxemburgo afinal não aconteceu

    País

    A morte de uma portuguesa em Bettembourg, no sul do Luxemburgo, não terá acontecido. O Jornal do Luxemburgo avançou, esta manhã, que a emigrante portuguesa tinha sido baleada mortamente pelo filho, uma informação entretanto desmentida por outro jornal online. Segundo o Bom Dia Luxemburgo, o que aconteceu foi afinal uma rusga policial.

  • Estamos quase na hora de verão

    País

    Esta madrugada muda a hora. Quando for 1h00, os relógios adiantam para as 2h00. Será uma noite com menos tempo de sono, mas os dias vão ficar mais longos com o chamado horário de verão.

  • Hora do Planeta, apagam-se as luzes para despertar consciências
    2:19
  • Milhares nas cerimónias fúnebres de dirigente do Hamas

    Mundo

    Milhares de palestinianos participaram nas cerimónias fúnebres de um dirigente do Hamas, assassinado esta sexta-feira, na Faixa de Gaza. Vários homens armados acompanharam o cortejo fúnebre até à mesquita, onde se fizeram as últimas orações.