sicnot

Perfil

Economia

Meios de comunicação gregos começam greve de 48 horas

Os meios de comunicação gregos começaram hoje uma greve de 48 horas contra a reforma fiscal e de pensões, enquanto decorrem negociações entre o Governo de Alexis Tsipras e os credores sobre os progressos do programa de resgate.

© Alkis Konstantinidis / Reuter

A reforma das pensões causou polémica e reação social, já que reduzirá novamente o poder de compra dos reformados, que já viram cortadas as suas pensões nos últimos anos numa média de 30%.

A greve na imprensa escrita - impressa e digital -, agências de notícias e gabinetes de imprensa começou às 6:00 (4:00 em Lisboa) e vai prolongar-se até à mesma hora de sexta-feira.

Por seu lado, as televisões, tanto públicas como privadas, começarão a greve às 6:00 de sexta-feira, concluindo no domingo à mesma hora.

O protesto acontece durante as negociações entre a Grécia e os credores sobre a adoção de novas medidas de ajustamento, como parte do resgate acordado no verão passado.

Na quarta-feira, o Governo e a Comissão Europeia, Banco Central Europeu, Mecanismo Europeu de Estabilidade e Fundo Monetário Europeu realizaram uma reunião que durou mais de 15 horas, com acordos pontuais em matéria fiscal.

As duas partes acordaram elevar o IVA de 23 para 24 por cento.

As negociações serão retomadas esta manhã, antes de, à tarde, o ministro das Finanças, Euclides Tsakalotos, e os representantes das instituições partirem para Amesterdão, onde na sexta-feira se reunirá o Eurogrupo.

Lusa

  • Negócios do Fogo
    22:00
  • Direção da Raríssimas na Madeira demitiu-se em setembro
    1:58

    País

    Três representantes da Raríssimas na ilha da Madeira demitiram-se, em setembro, de costas voltas para a direção. A delegação da instituição na ilha começou em 2015 e fechou com as três demissões. Em entrevista à SIC, uma das antigas delegadas afirmou que todos os fundos angariados foram para a sede, em Lisboa, ficando depois sem dinheiro para pagas as despesas.

  • Deputado do PSD recusa vice-presidência da Raríssimas
    1:58

    País

    Nas reações políticas ao caso da Raríssimas, o PSD e CDS dizem que é preciso acionar todos os mecanismos legais apropriados para averiguar a situação. O deputado social-democrata, Ricardo Baptista Leite, que tinha sido convidado recentemente para vice-presidente da instituição, diz que já não há condições para tomar posse.

  • Presidente da Câmara de Nova Iorque confirma "atentado terrorista falhado"
    0:29
  • Turistas aproveitam nevão na Serra da Estrela
    1:23
  • Fortes nevões no norte da Europa
    0:59
  • Dezenas de feridos em protestos contra decisão de Trump em Israel
    1:55
  • A brincadeira de um youtuber que podia ter acabado mal

    Mundo

    Um jovem youtuber inglês enfiou a cabeça num saco de plástico, prendeu-a na parte interna de um microondas e encheu depois o eletrodoméstico com cimento. A brincadeira, que podia ter acabado de forma trágica, deixou o jovem completamente preso e obrigou à intervenção dos serviços de emergência.

    SIC

  • "Popeye" russo pode ter que amputar braços

    Mundo

    Um jovem russo injetou um óleo no corpo para conseguir ter músculos, mais propriamente nos seus braços, que já cresceram cerca de 25 centímetros. Contudo, segundo um médico, o procedimento pode levar à necessidade de amputação, deixando o jovem sem os membros.