sicnot

Perfil

Economia

Venezuela vai racionar eletricidade em dez estados

A Venezuela vai racionar a eletricidade em dez dos seus estados mais populosos e industrializados, incluindo em Caracas, anunciou na quarta-feira o Governo.

© Marco Bello / Reuters

Esta é a mais recente medida para atenuar a crise de eletricidade, pela qual o Presidente Nicolas Maduro e o seu Governo responsabilizam o fenómeno meteorológico "El Niño", mas que os críticos dizem ser resultado de má gestão económica.

Luis Motta Dominguez, ministro da Energia Elétrica, anunciou a medida durante uma emissão televisiva e remeteu pormenores para mais tarde.

A economia da Venezuela está em queda, bem como os preços do petróleo, do qual o país depende.

A falta de medicamentos e bens básicos, como papel higiénico ou óleo alimentar, é generalizada.

Na semana passada, o Governo anunciou uma mudança do fuso horário, adiantando 30 minutos, para poupar energia.

Outras medidas incluem dar aos funcionários públicos um dia de folga extra nos próximos dois meses.

Maduro sugeriu ainda que as mulheres venezuelanas deviam deixar de usar secadores de cabelo.

Lusa

  • Surto de hepatite A em Portugal
    2:45
  • A rã que brilha no escuro
    2:08
  • Indonésio encontrado dentro de cobra pitão

    Mundo

    Akbar Salubiro, de 25 anos, esteve perto de 24 horas desaparecido na remota ilha indonésia de Sulawesi. Acabou por ser encontrado um dia depois, no jardim da própria casa, dentro de uma pitão de 7 metros.

  • Relação de Portugal com Angola é "insubstituível"
    1:00

    País

    Paulo Portas considera que a relação de Portugal com Angola é insubstituível. Numa entrevista ao Jornal de Negócios, o ex vice-primeiro-ministro defende que o país deve ser profissional no relacionamento político com Luanda.

  • Abertura da lagoa de Santo André atrai surfistas e bodyboarders
    4:15
  • Tecnologia permite a tetraplégico mexer mão e braço

    Mundo

    Um homem que ficou tetraplégico num acidente voltou a mover-se com a ajuda da tecnologia e apenas usando o pensamento, num projeto de investigadores dos Estados Unidos divulgado esta terça-feira na revista especializada em medicina The Lancet.