sicnot

Perfil

Economia

Gafe no Eurogrupo nomeia José Gomes Ferreia como ministro das Finanças

Susana Frexes

Correspondente SIC em Bruxelas

Uma fotografia do jornalista e diretor adjunto de Informação da SIC, José Gomes Ferreira, surge associada ao ministro das Finanças português num documento que foi distribuído aos jornalistas antes da reunião do Eurogrupo que decorre em Amesterdão.

A imagem surge associada ao cargo e ao nome completo do ministro "Mário José Gomes de Freitas Centeno"

A imagem surge associada ao cargo e ao nome completo do ministro "Mário José Gomes de Freitas Centeno"

O engano foi da presidência holandesa da UE que, desconhecendo o rosto de Mário Centeno, colocou na documentação distribuída à imprensa uma fotografia do jornalista da SIC José Gomes Ferreira. A imagem surge associada ao cargo e ao nome completo do ministro "Mário José Gomes de Freitas Centeno". O facto de serem ambos "José Gomes" pode ajudar a explicar o engano.

O documento que contém o rosto de todos os ministros das Finanças da UE - e neste caso também dos governadores dos bancos nacionais - é normalmente distribuído aos jornalistas para ajudá-los a reconhecer os políticos dos vários países.

A gafe surpreendeu a delegação portuguesa do Ministério das Finanças que pediu explicações à Presidência holandesa. O erro foi entretanto corrigido.

Por corrigir ficou a fotografia do ministro das Finanças do Luxemburgo, que também foi trocada.

  • Governo vai avaliar situação da associação Raríssimas
    1:41

    País

    O Governo promete avaliar a situação da instituição Raríssimas e agir em conformidade, depois da denúncia de alegadas irregularidades na gestão financeira. A presidente da instituição terá usado dinheiro da Raríssimas para gastos pessoais como vestidos de alta-costura e alimentação. Esta é uma instituição que apoia doentes e famílias que convivem de perto com doenças raras. 

  • Diáconos permanentes: quem são e que cargo ocupam na comunidade católica
    10:04
  • Múmia quase intacta descoberta em Luxor
    1:23

    Mundo

    O Egito anunciou, este sábado, a descoberta de dois pequenos túmulos com 3.500 anos na cidade de Luxor. Foram também encontrados uma múmia em bom estado de conservação, uma estátua do deus Ámon Ra e centenas de artefactos de madeira e cerâmica ou pinturas intactas.