sicnot

Perfil

Economia

BP perde 517 milhões de euros devido à volatilidade do preço do petróleo

A petrolífera BP informou hoje que registou perdas de 517 milhões de euros (583 milhões de dólares) no primeiro trimestre do ano devido à volatilidade do preço do crude.

© Whitney Curtis / Reuters

Em comunicado enviado hoje à Bolsa de Valores de Londres, a BP assinalou que as perdas contrastam com os 2.307 milhões de euros (2.602 milhões de dólares) obtidos no primeiro trimestre de 2015, quando o preço do barril do petróleo rondava os 54 dólares.

De acordo com a imprensa, o crude cotizou no primeiro trimestre deste ano em torno dos 34 dólares o barril, o que compara com os 44 dólares dos três últimos meses de 2015.

A companhia, que publica os seus resultados em dólares por ser a divisa na qual é cotizado o petróleo, assinalou que no primeiro trimestre de 2016 as perdas antes de impostos foram de 767 milhões de euros (865 milhões de dólares) frente aos 2.020 milhões de euros (2.276 milhões de dólares) de lucros obtidos nos três primeiros meses de 2015.

Os lucros da BP também foram afetados pela crise no setor petrolífero ao faturar 34.771 milhões de euros (39.166 milhões de dólares) no primeiro trimestre de 2016 frente aos 49.932 milhões de euros (56.243 milhões de dólares) no mesmo período do ano passado.

A dívida financeira da empresa a 31 de março passado situava-se nos 3.941 milhões de euros (4.440 milhões de dólares).

  • Cinco anos depois do incêndio na Serra do Caldeirão
    5:24
  • Destaques económicos que marcaram a semana
    2:03

    Economia

    A semana ficou marcada pela tragédia provocada pelos incêndios no centro do país. No entanto importa olhar para o que se passou noutras áreas e fazer um resumo das notícias relacionadas com a economia. 

  • Martin Schulz ataca Merkel a três meses das legislativas

    Mundo

    O social-democrata alemão Martin Schulz passou este domingo à ofensiva, a três meses das eleições legislativas, ao acusar Angela Merkel de "arrogância" e de sabotar a "democracia", quando as sondagens apontam para uma larga vantagem da chanceler da Alemanha.

  • Martha, a cadela mais feia do mundo
    0:42

    Mundo

    A cadela Martha, de raça mastim napolitano ficou em primeiro lugar na edição anual do concurso que elege os cães mais feios do mundo. A cadela tem três anos, pesa 57 quilos e foi resgatada pela dona quando estava praticamente cega. Acabou por recuperar a visão depois de várias operações. Martha e a dona receberam um prémio de 1.500 dólares e uma viagem a Nova Iorque para marcarem presença em programas de televisão.