sicnot

Perfil

Economia

Grécia pede cimeira extraordinária da UE para ultrapassar impasse com credores

O primeiro-ministro grego vai pedir hoje ao presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, a convocação de uma cimeira extraordinária para ultrapassar o impasse nas negociações com os credores, informaram os media locais.

Geert Vanden Wijngaert

Alexis Tsipras tomou esta decisão na sequência do pedido dos credores que, na terça-feira à noite, pediram uma interrupção das negociações perante a impossibilidade de chegar a um acordo sobre o plano de contingência adicional exigido pelo Eurogrupo, no valor de 3.600 milhões de euros.

Este conjunto de medidas só deviam ser tomadas caso a Grécia não obtenha um excedente em 2018, tal como está definido no terceiro resgate, mas que - tal como pediu o Eurogrupo na semana passada - deve ser legislado antecipadamente.

No final dessa reunião, o presidente do Eurogrupo, Jeroen Dijsselbloem, esclareceu que se tratava de um pacote de medidas de contingência, a ser aplicado apenas "se necessário".

Mas - acrescentou - que o pacote deve ser "legislado antecipadamente" e deve ser equivalente a 2% do Produto Interno Bruto (PIB) grego (cerca de 3.600 milhões de euros).

Na terça-feira, o ministro das Finanças gregp, Euclides Tsakalotos, repetiu que a Constituição grega não permite legislar para cenários virtuais e propôs a ativação de um mecanismo de correção automática, caso se verifiquem desvios orçamentais.

Trata-se de uma medida que integra o mecanismo do Conselho de Política Fiscal e que contempla, por exemplo, cortes automáticos a nível ministerial, assim que se verifiquem desvios orçamentais.

De acordo com os 'media' locais, Tsipras decidiu pedir uma cimeira extraordináris para "garantir o cumprimento do acordo sobre o terceiro resgate", assinado em julho passado.

O resgate prevê medidas no valor de 5.400 milhões de euros, o que corresponde a 3% do PIB, que devem ser cumpridas até 2018 para garantir o excedente primário.

Fontes governamentais gregas disseram que sobre estas medidas, como a controversa reforma fiscal e de pensões e a privatização de bens públicos, já foi alcançado um acordo com os credores.

  • Atirador canadiano mata combatente do Daesh a 3,5km de distância

    Mundo

    Um atirador das Forças Especiais do Canadá matou um combatente do Daesh com um tiro disparado a 3,5 quilómetros de distância, no passado mês de maio, no Iraque. O Comando de Operações Especiais canadiano garantiu à BBC que a distância do disparo, realizado com sucesso, é já considerada um recorde na história militar.

  • Revelada a verdadeira identidade de Banksy?

    Cultura

    O músico e produtor Goldie pode ter revelado a identidade do artista mais conhecido por Banksy, durante uma entrevista ao podcast do rapper Scroobius Pip. Goldie referiu Robert Del Naja de forma acidental e os fãs acreditam que a identidade do artista britânico foi finalmente desvendada.

  • "Mãe, por favor, para de dizer asneiras. Não quero que leves um tiro"
    0:51

    Mundo

    O Departamento de Investigação da Polícia do Minnesota divulgou esta sexta-feira um vídeo com imagens de um incidente que levou à morte de um afro-americano pela polícia, nos Estados Unidos da América. Em julho de 2016 um polícia atingiu mortalmente Philando Castile, de 32 anos, durante uma operação de controlo rodoviário. O homem procurava os documentos de identificação quando o polícia disparou quatro tiros. Nas imagens é possível ver o desespero da filha da companheira de Philiando Castile, minutos depois de ter visto o padrasto a morrer. O agente responsável pela morte de Castile foi absolvido pelo Tribunal na semana passada.

  • Depois da "provocação", o acidente em cadeia
    0:43

    Mundo

    Um vídeo de um acidente numa autoestrada em Santa Clarita, na Califórnia (EUA), está a tornar-se viral nas redes sociais. Nas imagens é possível ver um motociclista a dar um pontapé num carro que seguia à sua frente. Como forma de "retribuição", o carro vira na direção da mota mas bate no separador e depois numa carrinha que acabou por capotar. Segundo a imprensa norte-americana o condutor da carrinha foi levado para o hospital com ferimentos ligeiros. Já a pessoa que conduzia a mota seguiu o seu caminho.