sicnot

Perfil

Economia

Lucro do Santander em Portugal aumenta 121% após compra do Banif

O grupo Santander anunciou hoje lucros de 121 milhões de euros em Portugal no primeiro trimestre do ano, mais 121% face a 2015, e referiu o "impacto positivo em toda a conta da incorporação da atividade do Banif".

Mark Lennihan/ AP

Numa comunicação ao mercado espanhol, o banco destaca que "o lucro atribuído do primeiro trimestre é de 121 milhões de euros, mais do dobro do que obtido até março do ano passado (+121%)", e aponta "o impacto positivo ao longo de toda a conta da incorporação da atividade do Banif", que o Santander comprou no ano passado por cerca de 150 milhões de euros.

"O conjunto das margens de juros e das comissões cresceram 30%, enquanto os custos subiram 25%", realçou o Santander, acrescentando uma outra razão para a subida dos lucros.

"Adicionalmente, as receitas reforçaram-se com os resultados de operações financeiras originados na venda de carteiras", salientou.

As dotações para insolvências, apesar do maior perímetro, "aumentaram unicamente em 2%, com o custo do crédito a melhorar para os 0,28%".

Comparando com o quarto trimestre do ano passado, "em que os resultados obtidos em vendas de dívida pública foram muito elevados, o lucro aumenta em 1%".

A margem bruta do Santander em Portugal alcançou os 337 milhões de euros no primeiro trimestre (mais 41,5% do que ano passado), enquanto a margem líquida foi de 183 milhões (mais 59,6%). O lucro atribuído ao grupo foi de 121 milhões de euros (mais 121,4%).

Sobre a evolução do negócio em Portugal, com a compra do Banif, o Santander indica que o crédito aumentou 24%, para os 30 mil milhões de euros.

"A incorporação dos saldos do Banif representou uma mudança na sua estrutura, aumentando o peso do segmento de empresas para 35% (31% em março de 2015). Em termos comparáveis, sem o efeito desta incorporação, os saldos diminuiriam em 2% (o que é um melhor comportamento do que o mercado", assinala o banco.

Por outro lado, os recursos aumentaram 22%, para os 30,6 mil milhões de euros, "principalmente devido à incorporação dos depósitos do Banif".

"Em termos homogéneos, o total de recursos regista um aumento de 4%, compatível com uma gestão muito focada na redução do custo dos depósitos", acrescenta o Santander.

Portugal representa 6% dos lucros totais do banco no primeiro trimestre o ano, que foram de 1.630 milhões de euros.

Lusa

  • O insólito cartão amarelo mostrado a Felipe

    Desporto

    Aos 53 minutos do jogo desta quarta-feira entre o Sporting e o FC Porto, a contar para a Taça de Portugal, Jorge Sousa apercebe-se que Felipe enganou-se na camisola que vestiu ao intervalo. O defesa central reentrou com a camisola de Soares. O árbitro mostrou o cartão amarelo e mandou o jogador para o banco trocar de camisola.

  • Dez feridos ligeiros em naufrágio de embarcação em Cascais

    País

    Uma embarcação de recreio com 10 pessoas a bordo naufragou ao largo da Parede, na linha de Cascais. Todos os tripulantes foram resgatados pelas autoridades marítimas e bombeiros e apresentam escoriações ligeiras e sinais de hipotermia. O barco foi entretanto retirado da água e a marginal continua cortada ao trânsito.

  • PS apresenta Lei de Bases da Habitação para abrir debate sobre habitação acessível
    1:19

    Economia

    O PS quer avançar com uma Lei de Bases da Habitação. A proposta apresentada esta quinta-feira propõe a requisição de casas devolutas para habitação e apoios concretos para o arrendamento a preços acessíveis. O líder parlamentar do PS, Carlos César, diz que é tempo de abrir um debate sobre a habitação que acredita que pode resultar numa Lei ainda na atual legislatura.

  • A morte anunciada da ETA

    Mundo

    A organização separatista basca ETA vai anunciar a sua dissolução em 05 de maio, durante uma cerimónia marcada para Bayona, no País Basco francês, disseram à agência Efe fontes conhecedoras do processo.