sicnot

Perfil

Economia

Lucros da Airbus caíram 50% no 1º trimestre

O fabricante aeronáutico europeu Airbus anunciou hoje uma queda de 50% nos lucros no primeiro trimestre, em comparação com o mesmo período de 2015, e considerou 2016 um ano "delicado".

© Pascal Rossignol / Reuters

Num comunicado, o consórcio reconheceu um abrandamento nas encomendas e o "desafio" que está a ser o projeto militar A400M.

Nos primeiros três meses do ano, a Airbus faturou 12.183 milhões de euros, mais 1% do que no mesmo período de 2015, mas o EBITDA (resultado antes de impostos) diminui 50%, até aos 874 milhões de euros.

A Airbus tem encomendas no valor de 956.980 milhões de euros, menos 5% do que tinha no final do ano passado.

Ainda assim, o consórcio conta acabar este ano com um resultado operacional e lucros estáveis em relação a 2015, atendendo às entregas que estima fazer até ao final de 2016.

A Airbus conta entregar mais de 650 aviões comerciais este ano.

Segundo o grupo, uma nova diretiva europeia que afeta alguns componentes do motor do avião militar A400M terá um "impacto significativo" no projeto, não havendo ainda, porém, estimativas das mudanças que irá implicar a nível do calendário das entregas.

Lusa

  • Alianças do PS marcam discursos no Congresso do PS
    2:51
  • Souto de Moura feliz com distinção na Bienal de Arquitetura de Veneza
    1:10
  • "Sonho com um futuro melhor", o desejo de um jovem sírio em Portugal
    2:12

    País

    Mais de 50 jovens sírios chegaram esta madrugada a Lisboa, para iniciarem o novo ano letivo, em Portugal. Sonham com um futuro melhor. Sonham com uma educação melhor. Os 54 estudantes vieram ao abrigo do programa lançado pelo antigo Presidente da República, Jorge Sampaio, que nos últimos anos já deu uma nova oportunidade a cerca de 200 alunos. Depois de um curso intensivo de português durante três meses, os jovens vão iniciar o ano letivo em vários pontos do país.