sicnot

Perfil

Economia

Mário Centeno diz que não há nenhum plano "secreto" nas políticas fiscais

Mário Centeno diz que não há nenhum plano "secreto" nas políticas fiscais

O Conselho de Ministros aprovou, esta quinta-feira, a versão definitiva do Programa de Estabilidade que será enviado para Bruxelas. No final, em conferência de imprensa, o ministro das Finanças não disse em concreto que medidas fiscais adicionais vão ser tomadas pelo Governo que permitem a redução do défice mas garantiu que tudo o que consta do documento é conhecido.

  • Afinal há um plano B para 2017
    1:58

    Economia

    O Governo não explicou aos portugueses as medidas do Programa de Estabilidade que mais impacto vão ter no seu bolso. Há um anexo ao documento que foi entregue na Comissão Europeia, na UTAO e no Conselho de Finanças Públicas, mas não chegou a ser revelado publicamente. A SIC sabe que entre outras medidas para reduzir o défice em 2017, haverá poupanças no pagamento das prestações sociais.

  • Ministro garante que não está em marcha nenhum plano de contigência
    0:32

    Economia

    O ministro do Planeamento garante que não há qualquer plano de contingência ou secretismo. Em causa está a notícia de que o Programa de Estabilidade tem um anexo que não chegou a ser revelado publicamente. No final da reunião da concertação social, Pedro Marques garantiu que apenas foram enviados esclarecimentos à UTAO e ao Conselho de Finanças Públicas.

  • Esquerda vai chumbar resolução contra Programa de Estabilidade
    2:39

    País

    O PS, BE, PCP e PEV vão chumbar a resolução do CDS, que vai ser votada amanhã contra o Programa de Estabilidade. O sentido de voto foi confirmado depois do debate quinzenal em que o Primeiro-ministro negou que exista um quadro secreto anexado ao programa. Perante as dúvidas da oposição, António Costa garantiu que se trata apenas de um documento de trabalho. O PSD sugere que o Governo tem plano de cortes na Saúde e Educação.

  • Negócios do fogo
    22:00

    Reportagem Especial

    Todos os anos, o Estado gasta centenas de milhões de euros para financiar os meios de combate aos incêndios. A reportagem especial da SIC denuncia falta de rigor e clareza em muitos dos negócios.

  • Porque têm as tempestades nomes?
    0:49

    País

    As tempestades passaram a ter um nome, partilhado pelos serviços de meteorologia de Portugal, França e Espanha. Nuno Moreira, chefe de divisão de previsão meteorológica do IPMA, foi convidado da Edição da Noite da SIC Notícias para explicar que este método é também uma forma de sinalizar a dimensão das tempestades.

  • "Não podemos gastar o dinheiro e depois os filhos e os netos é que pagam"
    2:05

    Opinião

    Miguel Sousa Tavares analisou esta segunda-feira, no habitual espaço de comentário no Jornal da Noite, o reembolso antecipado ao FMI. O comentador da SIC defendeu que seria mais vantajoso se Portugal reembolsasse mais depressa, antes da subida das taxas de juro. Miguel Sousa Tavares considerou ainda que o reembolso da dívida é uma boa notícia, pois seria "desleal" deixar a dívida para "os filhos e os netos" pagarem.

    Miguel Sousa Tavares

  • Os efeitos da tempestade Ana em Portugal
    1:43
  • Fortes nevões no norte da Europa
    0:59

    Mundo

    A tempestade Ana não causou apenas estragos em Portugal, mas também na Galiza, com a queda de árvores e cheias nas zonas ribeirinhas. No norte da Europa, as baixas temperaturas provocaram fortes nevões e paralisaram a Grã-Bretanha, com voos cancelados, escolas fechadas e estradas cortadas.