sicnot

Perfil

Economia

Operações financeiras suspeitas no Vaticano quadruplicaram em 2015

A Autoridade de Informação Financeira (AIF) da Santa Sé notificou durante 2015 um total de 544 operações financeiras suspeitas, quase quatro vezes mais que as 147 registadas no ano anterior, informou hoje o Vaticano.

© Paul Hanna / Reuters

O relatório anual das contas do Vaticano durante o exercício de 2015 refere que o sistema de vigilância registou 893 avisos de atividades suspeitas nos últimos três anos.

Em 2013 ocorreram 202 casos, em 2014 contabilizaram-se 147 e em 2015 registou-se uma importante subida nestas notificações, que quase quadruplicaram ao atingirem as 544.

O diretor da AIF, Tommaso di Ruzza, defendeu em comunicado que "o aumento dos avisos de atividades suspeitas não foi determinado por um maior número de potenciais atividades ilícitas" mas por outros fatores.

Entre eles, destacou a conclusão do procedimento de fecho das contas que não cumprem a legislação do Vaticano, as políticas adotadas pelas entidades de vigilância ou a monitorização dos beneficiários no âmbito de programas de colaboração voluntária em matéria fiscal efetuados por Estados estrangeiros.

Di Ruzza assinalou que esta situação também é motivada "em geral" pelo reforço dos sistemas de notificação e a crescente consciência das obrigações de sinalização por parte das entidades vigiadas.

Entre os avisos recebidos, o promotor de justiça (fiscalidade do Vaticano) abriu em 2015 um total de 17 investigações, assinalando-se ainda um incremento da colaboração fiscal entre o Estado da Cidade do Vaticano e organismos e autoridades estrangeiras competentes.

A AIF é o organismo responsável pelo controlo dos movimentos financeiros da Santa Sé e pretende prevenir casos de "lavagem de dinheiro" ou financiamento do terrorismo.

Foi instituída pelo papa Bento XVI em dezembro de 2011 e o seu estatuto aprovado pelo papa Francisco em novembro de 2013 com o objetivo de estabelecer "normas em matéria de transparência, vigilância e informação financeira".

Em 2015 a AIF estabeleceu acordos de troca de informação com a Albânia, Cuba, Hungria, Luxemburgo, Noruega e Paraguai, entre outros países.

Lusa

  • Sessão solene no Parlamento e desfile popular nas celebrações do 25 de Abril

    País

    Os 43 anos da Revolução dos Cravos são hoje comemorados com a sessão solene no Parlamento e o tradicional desfile popular, tendo o Presidente da República escolhido o 25 de Abril para condecorar, a título póstumo, Francisco Sá Carneiro. A SIC Notícias acompanha esta manhã a sessão solene na Assembleia da República. Veja aqui em direto.

  • Desconhecem-se as causas do incêndio na fábrica da Tratolixo
    0:43

    País

    Os moradores de Trajouce, em São Domingos de Rana, não ganharam para o susto com um incêndio nas instalações da empresa de resíduos Tratolixo.O alerta foi dado por populares e trabalhadores da empresa. O vento foi o maior problema dos bombeiros no combate às chamas durante a noite. No local estiveram 133 homens, apoiados por 51 viaturas.Desconhecem-se para já as causas do incêndio. O incêndio foi circunscrito de madrugada, mas pode demorar algumas horas a ser dominado.

  • ASAE encerra em média um restaurante por dia
    1:33
  • Duas execução no mesmo dia pela primeira vez em 17 anos nos EUA

    Mundo

    O estado norte-americano do Arkansas (sul) executou, na noite de segunda-feira, dois condenados à morte, o que sucede pela primeira vez em 17 anos no país, anunciou a procuradora-geral daquele estado. Jack Jones e Marcel Williams, condenados separadamente na década de 1990 à pena capital por violação e assassínio, receberam uma injeção letal depois de diferentes tribunais terem rejeitado os respetivos recursos, afirmou Leslie Rutledge, em comunicado.