sicnot

Perfil

Economia

Governo pede esclarecimentos ao FMI sobre alegadas aplicações públicas em offshore

O Governo está a contactar o FMI para perceber a origem da informação segundo a qual haverá entidades públicas portuguesas com aplicações em paraísos fiscais, já que até ao momento nada foi detetado.

© Kim Kyung Hoon / Reuters

O secretário de Estado Adjunto, do Tesouro e das Finanças, adiantou que até ao momento foram contactadas "quase uma centena" de empresas públicas e desses contactos não surgiu qualquer informação que revelasse aplicações financeiras para países na lista de paraísos fiscais.

Ricardo Mourinho Félix respondia no parlamento a um pedido de esclarecimento do PEV, no debate de atualidade sobre o sistema financeiro suscitado hoje pelo PCP.

O secretário de Estado adiantou que o Governo está a "contactar o FMI para perguntar de onde recebeu" a informação segundo a qual há entidades públicas portuguesas com aplicações em `offshores´ e admitiu que possa ter havido "um erro de classificação".

Caso se confirme que alguém está a ocultar informação, seria "extremamente grave", disse.

Se for identificada alguma situação, acrescentou, o executivo tentará perceber "qual é a razão, que parece difícil de justificar", e também por que é que essa aplicação está oculta.

Na semana passada, o BE enviou um requerimento ao Governo a questionar que entidades públicas têm aplicações em `offshores´ e lembrou que, em 2008, foi anunciado pelo FMI que "no perímetro do Estado português existiriam 151 milhões de euros" aplicados nesse tipo de sociedades.

Lusa

  • O resgate dos passageiros do naufrágio em Cascais
    1:48
  • É importante que "as pessoas não tenham medo" de denunciar o tráfico humano
    0:48

    País

    Manuel Albano, relator nacional para o tráfico de pessoas, concorda com a ideia de que é necessário continuar a investir na inspeção e na fiscalização para travar o tráfico de seres humanos, mas rejeita a denúncia do sindicato dos trabalhadores do SEF, que esta quinta-feira alertou para a "falta de controlo".

  • Trocar a economia pela dança
    7:21
  • Salas de consumo assistido previstas na lei há 17 anos
    3:01
  • O que faz um guaxinim às duas da manhã num quartel de bombeiros?

    Mundo

    Os animais são muitas vezes os protagonistas de histórias incríveis ou até insólitas. Desde o cão mais pequeno ao urso mais assustador. Desta vez, o principal interveniente é um guaxinim, que foi levado até um quartel de bombeiros por uma dona muito preocupada. Porquê? O animal estava sob o efeito de drogas.

    SIC

  • "Por vezes até as princesas da Disney ficam apavoradas"

    Mundo

    A atriz norte-americana Patti Murin foi esta semana elogiada nas redes sociais por se preocupar com a sua saúde mental e não ter problemas em falar sobre o assunto. A artista faltou a um espetáculo da Disney, onde ia atuar, devido a um ataque de ansiedade.

    SIC

  • Presidente do Uganda quer proibir sexo oral

    Mundo

    O Presidente do Uganda emitiu um aviso público durante um conferência de imprensa anunciando que vai banir a prática de sexo oral no país. Yoweri Museveni justifica o ato, explicando que "a boca serve para comer".

    SIC