sicnot

Perfil

Economia

Prejuízo do grupo TAP quase duplica para 151,7M€ em 2015

O grupo TAP fechou 2015 com um prejuízo de 151,7 milhões de euros, que compara com 85,1 milhões de euros do ano anterior, resultante sobretudo das receitas retidas na Venezuela e da crise no Brasil e em Angola.

Segundo o relatório e contas da Parpública de 2015, hoje divulgado, o impacto mais expressivo foi resultado do reconhecimento da desvalorização das receitas retidas na Venezuela, no valor de 91,3 milhões de euros, que já tinha sido responsável pelos prejuízos do negócio da aviação (TAP SA).

A greve de dez dias dos pilotos em maio do ano passado e a crise económica no Brasil e em Angola são as outras razões que agravaram os prejuízos da TAP SPGP em 2015, ano em que ocorreu a reprivatização, com a alienação de 61% do capital ao consórcio Atlantic Gateway, negócio que entretanto assumiu outros contornos.

Lusa

  • "O que mais tem havido nesta altura são respostas precipitadas"
    7:21

    Opinião

    Foi um "debate contigo" o de hoje, no Parlamento, sobretudo no frente-a-frente entre António Costa e Passos Coelho, na opinião de Bernardo Ferrão. O subdiretor de informação da SIC sublinha uma declaração "mortal" do primeiro-ministro, quando este disse que "ninguém quer respostas precipitadas". Por outro lado, a comissão técnica independente pedida pelo PSD pode virar-se contra o próprio partido.

    Bernardo Ferrão

  • NotPetya: Lourenço Medeiros explica o novo ciberataque global
    2:44

    Mundo

    A Ucrânia está a ser seriamente afetada por um novo ataque informático. Algumas empresas de grande dimensão estão a ser prejudicadas, agravando a dimensão global do ataque, o qual não parece ser dirigido a ninguém em concreto. Ontem, nas primeiras horas do ataque, não parava de crescer o número de vítimas.

  • Caricaturas de Trump invadem capital do Irão

    Mundo

    O Irão está a organizar um concurso internacional de caricaturas do Presidente norte-americano Donald Trump. Pelas ruas de Teerão já vão surgindo algumas imagens alusivas ao festival que vai realizar-se no próximo mês de julho.

  • Companhia aérea obriga deficiente físico a entrar no avião sem ajuda

    Mundo

    Um homem com uma deficiência física que o obriga a andar numa cadeira de rodas foi obrigado a subir sozinho as escadas de um avião da companhia aérea Vanilla Air. Hideto Kijima deparou-se com a situação quando estava a embarcar da ilha de Amami para Osaka, no Japão, com vários amigos que foram proibidos de o ajudar.