sicnot

Perfil

Economia

Santander Totta analisa Novo Banco, não sabe ainda se vai concorrer

O presidente do Santander Totta disse hoje que o banco está a analisar o processo de venda do Novo Banco e que já houve alguns contactos sobre a operação, mas que ainda não sabe se irá apresentar uma proposta.

Presidente do Santander Totta, António Vieira Monteiro.

Presidente do Santander Totta, António Vieira Monteiro.

MARIO CRUZ/LUSA

"Estamos a analisar a situação, mas estamos muito longe de dizer se concorremos ou não", afirmou António Vieira Monteiro em conferência de imprensa, revelando que o banco "já teve alguns contactos" a este propósito.

"Estamos apostados em crescer organicamente, mas não deixamos de ter em atenção tudo aquilo que se passa no mercado português", acrescentou.

Face à insistência dos jornalistas sobre um alegado o interesse no Novo Banco, Vieira Monteiro reforçou que o banco "está atento a tudo".

O Santander Totta concorreu no ano passado ao primeiro processo de alienação do Novo Banco, que acabou suspenso em setembro passado pelo Banco de Portugal.

No âmbito da resolução do Banif, em dezembro, comprou parte da atividade bancária do banco do Funchal, por 150 milhões de euros.

Lucro do Santander Totta duplica para 114,5 M€ no 1º trimestre

O Santander Totta apresentou hoje as contas do primeiro trimestre, divulgando que o resultado líquido foi de 114,5 milhões de euros, mais do que duplicando o lucro de 53,8 milhões de euros do período homólogo de 2014.

"Estes resultados já incluem a consolidação dos ativos e passivos adquiridos do ex-Banif e o impacto positivo na evolução dos agregados de balanço e de produto bancário", informou a entidade liderada por António Vieira Monteiro.

Ainda assim, "o impacto da aquisição dos ativos comerciais [do ex-Banif] no resultado líquido do trimestre é marginal", sublinhou o banco.

  • Como não perder Barack e Michelle Obama nas redes sociais

    Mundo

    Sair da Casa Branca implica mais que reunir objetos físicos: é preciso guardar também os tweets, os posts e todo o conteúdo digital produzido nos últimos oito anos pelo Presidente dos EUA e pela primeira-dama. A equipa de Barack Obama já preparou tudo para que nada se perca do seu legado digital.

  • Portugueses querem contratar Obama

    Mundo

    Contratar Barack Obama. Pode parecer uma tarefa impossível, mas para a startup portuguesa Swonkie a única resposta a este desafio é "Yes We Can", mote da campanha presidencial de Obama de há nove anos.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.