sicnot

Perfil

Economia

Vários bancos angolanos em processo de "reestruturação e consolidação"

O governador do Banco Nacional de Angola (BNA) disse hoje estar em curso a "reestruturação e consolidação de vários bancos angolanos", salientando que a fusão entre Millennium e Banco Privado Atlântico marca o início da consolidação do setor.

(Arquivo)

(Arquivo)

© Stringer . / Reuters

Valter Filipe falava aos jornalistas, em Luanda, à margem da inauguração do primeiro balcão do Banco Millennium Angola (BMA), tendo admitido que a banca angolana sai "mais reforçada" com esta fusão.

O dia de hoje, sublinhou o governador do BNA, é um "marco importante", com o início do processo de "consolidação do sistema financeiro angolano": "Vem refletir o interesse de Angola em criar mais robustez no sistema financeiro e torná-lo num instrumento ao serviço da prosperidade das famílias angolanas e dos angolanos".

Angola vive uma profunda crise económica e financeira decorrente da quebra, para metade, na cotação do petróleo no mercado internacional, com impacto também na atividade bancária.

"Nós, neste exato momento, estamos a trabalhar numa reestruturação do Banco Nacional de Angola e a trabalhar numa reestruturação e consolidação de vários bancos angolanos, porque entendemos que esta situação difícil que o país vive é uma grande oportunidade para fazer com que o sistema financeiro angolano seja o motor da economia e da prosperidade", assumiu Valter Filipe.

Sem adiantar mais pormenores, o governador do BNA admitiu apenas que as prioridades do banco central passam pela estabilidade financeira das instituições, por dar mais crédito à economia e por uma maior dinamização da economia nacional, através dos bancos comerciais.

Os lucros da banca angolana caíram 50% em 2014, influenciados pela situação no ex-Banco Espírito Santo Angola (BESA), segundo a análise que a consultora Deloitte apresentou em setembro passado em Luanda.

Angola contava em 2014 com 23 bancos e o resultado líquido do setor caiu para 45,4 mil milhões de kwanzas (238 milhões de euros), comparando com o ano anterior, devido ao 'caso BESA', que foi transformado em Banco Económico, após intervenção do BNA.

"Não considerado esse efeito (ex-BESA), os resultados líquidos do setor teriam registado um crescimento de 12%", conclui a 10.ª edição do estudo "Banca em Análise", que analisou dados do BNA, mas sublinhando não ter tido acesso a demonstrações financeiras de algumas instituições, nomeadamente do banco antes controlado pelo BES português, que então contava com um crédito malparado superior a três mil milhões de euros.

O estudo da Deloitte que o crédito líquido a clientes em Angola aumentou 8% face a 2013, ultrapassando, em valores agregados, os 2,930 biliões de kwanzas (15,3 mil milhões de euros).

Contudo, o crédito vencido também disparou, 11,2%, e ascende atualmente a 14,5% do total, equivalente por isso a mais de dois mil milhões de euros.

Em termos globais, o volume de ativos das instituições financeiras angolanas cresceu 7,26%, face ao ano anterior, para 7,129 biliões de kwanzas (37,2 mil milhões de euros).

Além dos 23 já em funcionamento, perspetiva-se a abertura de mais seis bancos em Angola.

Lusa

  • "Às vezes o senhor primeiro-ministro irrita-me um bocadinho"
    2:05

    País

    O Presidente da República disse esta quinta-feira de manhã que António Costa é "irritantemente otimista" por teimar em "ver violeta-rosa onde há roxo". Marcelo Rebelo de Sousa recordou ainda Mário Soares numa aula no Colégio Moderno, em Lisboa.

  • Pyongyang cria vídeo a simular ataque a navios dos EUA
    2:00

    Mundo

    Os Estados Unidos da América pretendem reforçar as sanções à Coreia do Norte e investir nos esforços diplomáticos. Contudo, a tensão militar persiste. Pyongyang emitiu um vídeo em que simula um ataque a navios norte-americanos.

  • Cientistas testam útero artificial em cordeiros prematuros

    Mundo

    Um grupo de cientistas desenvolveu um útero artificial - o Biobag - que se assemelha a uma bolsa de plástico e que ajuda no desenvolvimento de cordeiros prematuros. O método foi testado nestes animais mas os cientistas do Hospital Pediátrico de Filadélfia, nos Estados Unidos, garantem que poderá vir a ser utilizado também em bebés que nascem prematuros.

  • Exame ao sangue descobre cancro um ano antes do reaparecimento

    Mundo

    Uma equipa de investigadores britânicos descobriu uma maneira de identificar o regresso do cancro, com um ano de antecedência. Através de um exame ao sangue, a equipa conseguiu identificar os primeiros sinais da doença, uma série de células invisíveis ao raio-X e à TAC. A descoberta pode vir a permitir tratar o cancro mais cedo e, como resultado, poderá aumentar as chances de o curar.

  • Casados há 69 anos, morrem de mãos dadas com 40 minutos de diferença

    Mundo

    Isaac Vatkin, de 91 anos, morreu cerca de 40 minutos depois de Teresa, de 89 anos, no passado sábado no Highland Park Hospital, no estado norte-americano Ilinóis. "Não queríamos que fossem embora, mas não podíamos pedir que partíssem de melhor maneira", afirmou o neto William Vatkin. O casal morreu no hospital poucos dias depois de celebrarem 69 anos de casados.

  • Trump cria linha de apoio a vítimas de "extraterrestres criminosos"

    Mundo

    Quando o Governo norte-americano usa o termo "extraterrestre criminoso", refere-se a alguém que não é cidadão dos Estados Unidos da América e que foi condenado por um crime. Quando a mesma expressão é usada pelos utilizadores do Twitter, o significado é completamente diferente. Os internautas pensam na série Ficheiros Secretos e em discos voadores. Por isso, o lançamento de uma linha telefónica, por parte da Casa Branca, para as vítimas de "extraterrestres criminosos" só podia dar em confusão.