sicnot

Perfil

Economia

Vendas de automóveis em abril com menor subida dos últimos 30 meses

As vendas de veículos automóveis subiram 7% em abril face ao mesmo mês do ano anterior, com 18.918 veículos vendidos, mas registaram a variação homóloga mais baixa dos últimos 30 meses, revelou hoje a associação do setor.

© Fabrizio Bensch / Reuters

De acordo com a Associação Automóvel de Portugal (ACAP), "este é o valor mais baixo, da percentagem de variação homóloga, dos últimos 30 meses, o que demonstra uma clara tendência de desaceleração do mercado".

Em termos acumulados, nos quatro primeiros meses do ano foram vendidos em Portugal 86.725 veículos automóveis, o que representou uma variação homóloga positiva de 21,2%.

Em abril, o mercado de veículos ligeiros (ligeiros de passageiros mais comerciais ligeiros) registou um crescimento de 6,7% face ao mês homólogo do ano anterior, ascendendo a um total de 18.578 veículos.

Em termos acumulados, entre janeiro e abril, o número de vendas fixou-se em 85.073 unidades, o que correspondeu a um crescimento homólogo de 21%, segundo a ACAP.

A Volkswagen foi a terceira marca mais vendida em abril - seguida da Renault (2.354), e da Peugeot (1.911), com 1.723 unidades vendidas -, o que se traduz numa quebra de 6,1% face a igual mês do ano passado, na sequência do escândalo da falsificação dos testes de emissões de gases nocivos, em setembro do ano passado.

Lusa

  • Está a pensar ir à praia? Não se esqueça do guarda-chuva
    0:43
  • MP investiga ministro Siza Vieira, António Costa rejeita incompatibilidades
    2:12

    País

    O Ministério Público decidiu investigar o ministro Adjunto, Pedro Siza Vieira, por alegadas incompatibilidades. O governante criou uma empresa imobiliária um dia antes de tomar posse e manteve-se como gerente durante dois meses. A lei prevê a demissão, mas o primeiro-ministro já disse que se tratou apenas de um erro e o próprio ministro alega desconhecimento da lei.

  • Parceiros sociais retomam hoje discussão sobre legislação laboral

    Economia

    Os parceiros sociais retomam esta tarde a discussão sobre as alterações à legislação laboral nas áreas do combate à precariedade, promoção da negociação coletiva e reforço da inspeção do trabalho. No encontro, marcado para as 15:00 no Conselho Económico e Social (CES), em Lisboa, o ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Vieira da Silva, deverá apresentar um novo documento com alterações face ao que foi proposto aos parceiros sociais há dois meses.

  • EUA expulsa dois diplomatas venezuelanos e dá-lhes 48 horas para deixarem o país

    Mundo

    Os Estados Unidos anunciaram, na quarta-feira, a expulsão de dois diplomatas venezuelanos, aos quais deu um prazo de 48 horas para sairem do país. A decisão é a resposta ao anúncio de Presidente da Venezuela de expulsar o encarregado de negócios e o chefe da secção política da embaixada dos Estados Unidos em Caracas, Todd Robinson e Brian Naranjo, respetivamente.