sicnot

Perfil

Economia

EDP diz que chuva não basta para explicar bom primeiro trimestre

Os lucros da EDP aumentaram 11% no primeiro trimestre deste ano face ao mesmo período do ano passado, atingindo os 263 milhões de euros. O presidente da empresa, António Mexia, afirmou hoje que os resultados da elétrica no primeiro trimestre foram "muito fortes", realçando que não basta as condições meteorológicas favoráveis à produção em Portugal e Espanha para os explicar.

© Jose Manuel Ribeiro / Reuters

"No ano passado, os maus resultados não se deviam à falta de chuva, havendo quem falasse de má gestão. Este ano tivemos sorte [com a chuva e o vento]", lançou o presidente executivo, aludindo os comentários que atribuem o resultado do primeiro trimestre às condições climatéricas favoráveis.

Em conferência com os analistas, a decorrer em Londres, António Mexia explicou que "a existência de chuva não basta", realçando a redução de custos, o aumento da capacidade instalada e ainda o bom comportamento da EDP Brasil.

"Tivemos resultados muito fortes também na EDP Brasil", com muito boa eficiência da central Pecém.

Os lucros da EDP aumentaram 11% no primeiro trimestre deste ano face ao mesmo período do ano passado, atingindo os 263 milhões de euros, informou a empresa ao mercado na quarta-feira.

Em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a elétrica portuguesa indica que, ajustando estes resultados dos impactos não recorrentes tanto dos primeiros três meses de 2015 como dos primeiros três meses de 2016, os lucros da EDP seriam de 287 milhões de euros entre janeiro e março deste ano, um aumento de 28% face ao período homólogo do ano passado.

O EBITDA (resultados antes de juros, impostos, depreciações e amortizações) aumentou 14% no primeiro trimestre deste ano em termos homólogos, para os 1.130 milhões de euros, o que a empresa justifica com a "expansão do portfolio [carteira]" e com as "condições meteorológicas melhoradas na Ibéria e Brasil".

A dívida líquida caiu de 17,4 mil milhões de euros em dezembro de 2015 para os 17 mil milhões de euros em março de 2016, uma queda que foi "suportada essencialmente pelo recebimento dos montantes relativos à rotação de ativos assinada com a Fiera Axium em outubro de 2015 e pela estrutura de parceria institucional assinada em novembro de 2015".

Com Lusa

  • Pablo Bravo: o chileno suspeito de um assalto milionário em Gaia
    6:01

    País

    As autoridades receiam um aumento da violência nos assaltos de redes sul-americanas em Portugal, à semelhança do que tem acontecido noutros países europeus. Pablo Bravo é um chileno com um longo cadastro criminal que, em Portugal, é suspeito de um assalto milionário a um hipermercado, em Gaia e, dias depois, foi detido em flagrante, em Paris, a tentar roubar uma loja de relógios de luxo.

    Notícia SIC

  • Obras para as novas instalações da SIC já começaram
    1:54

    País

    As obras do novo estúdio da SIC e SIC Notícias vão começar. A ampliação do edifício do grupo Impresa vai unir os funcionários do grupo num único espaço, com uma área de 750 metros. O Presidente da Câmara de Oeiras entregou esta terça-feira a licença de obra.

  • Cada vez mais pessoas viajam no Carnaval e Páscoa
    3:08

    Economia

    A procura de viagens na altura do Carnaval e Páscoa tem vindo a aumentar e vários destinos já estão esgotados já que muitas pessoas optam por tirar dias de férias nesta altura do ano. Em contagem decrescente, as agências de viagens não têm tido mãos a medir com promoções e ofertas para destinos variados e adequados a várias bolsas.

  • Jovem indiano acorda a caminho do próprio funeral

    Mundo

    Um jovem indiano chocou os seus pais e amigos, depois de acordar no caminho para o seu próprio funeral. No mês antes, Kumar Marewad foi levado para o hospital após ser mordido por um cão de rua, ficando em estado grave.

  • Carro "desgovernado" entra em loja e atropela cliente

    Mundo

    O cliente de um mini-mercado no condado de Bronx, em Nova Iorque, sobreviveu de forma incrível ao impacto de um automóvel que entrou loja adentro. Apesar da violência das imagens, o homem sobreviveu e conseguiu mesmo sair da loja pelo próprio pé até ser transportado para o hospital.

  • Bilhete de desculpas valeu uma bolsa de estudo

    Mundo

    Um jovem chinês ganhou uma bolsa de estudos no valor de 10 mil yuan (cerca de 1.380 euros), depois de danificar acidentalmente um carro de luxo. Isto, porque após os estragos, o jovem deixou um bilhete de desculpas ao dono, assim como todo o dinheiro que tinha com ele, como compensação.

  • Pulseira deixa sentir os movimentos do bebé ainda na barriga da mãe

    Mundo

    A pulseira Fibo permite que os futuros pais (ou mães) consigam sentir os seus filhos a dar pontapés ainda na barriga da mãe. Desenvolvida por um designer de joias da Dinamarca, a pulseira vai transmitir os movimentos do bebé no útero, de modo a que os pais possam partilhar essa experiência da gravidez.