sicnot

Perfil

Economia

Taxa de poupança mais baixa de sempre

Taxa de poupança mais baixa de sempre

A taxa de poupança dos portugueses rondou os 4,2% do rendimento disponível das famílias, durante o ano passado. Trata-se de um mínimo histórico no país. De acordo com o Banco de Portugal, 80% da poupança é feita por apenas 20% das famílias mais ricas.

O relatório do Banco de Portugal revela que 80% da poupança é realizada por 20% das famílias
mais ricas. Portugal regista um mínimo histórico: no ano passado, a taxa de poupança rondou os 4,2% do rendimento disponível das famílias, cerca de 5 mil milhoões de euros

Quem tem mais dinheiro é quem mais poupa. Em 2015, 80% das poupanças em Portugal
pertenciam a 20% de famílias, com rendimentos mais elevados.

Os que têm menos rendimentos registam niveis negativos de poupança, o que contribuiu em 2015
para uma taxa de poupança mais baixa de sempre.

Em 1999, a taxa de poupança rondava os 11,4%, cerca de 9,7 milhões de euros.

Comparado com a zona euro, Portugal teve uma taxa de poupança três vezes inferior aos parceiros europeus.

A descida progressiva da taxa de poupança em Portugal começou com a entrada no euro.

Nos anos da crise económica, esta queda parou com as familias a fazerem um esforço para pouparem travagem no consumo e mais dificuldades no acesso aos créditos também contribuíram para redução de gastos.

O estudo do Banco de Portugal indica também que os portugueses com níveis de escolaridade mais elevados são mais poupados do que os têm pouco mais que o ensino básico.

Apesar destes dados, o Banco de Portugal considera que redução das desigualdades de rendimentos não cria mais poupança.

  • Corpos de portuguesas trasladados segunda-feira 
    1:27
  • Incendiários vão passar o verão com pulseira eletrónica

    País

    Os tribunais vão poder condenar os incendiários a penas de prisão domiciliária, com pulseira eletrónica, durante as épocas de incêndio. A nova lei foi aprovada na semana passada, na Assembleia da República, e aguarda a promulgação do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

  • Estado vai tomar posse de terras abandonadas

    País

    O Governo vai recorrer ao Código Civil para permitir que o Estado tome posse de terras ao abandono. À margem da entrevista ao Expresso, o primeiro-ministro anunciou que o Governo irá acionar o artigo 1345º do Código Civil, que estabelece que as coisas imóveis sem dono conhecido se consideram do património do Estado.

  • "Trump, deixe-me ajudá-lo a escrever o discurso"
    0:47

    Mundo

    Arnold Schwarzenegger diz que Donald Trump tem o dever moral de se opor ao ódio e ao racismo. Num vídeo publicado nas redes sociais, o ator norte-americano e antigo governador da Califórnia encenou o discurso que Donald Trump devia ter. 

  • Hino da SIC tocado pela viola beiroa
    2:22