sicnot

Perfil

Economia

Taxa de poupança mais baixa de sempre

Taxa de poupança mais baixa de sempre

A taxa de poupança dos portugueses rondou os 4,2% do rendimento disponível das famílias, durante o ano passado. Trata-se de um mínimo histórico no país. De acordo com o Banco de Portugal, 80% da poupança é feita por apenas 20% das famílias mais ricas.

O relatório do Banco de Portugal revela que 80% da poupança é realizada por 20% das famílias
mais ricas. Portugal regista um mínimo histórico: no ano passado, a taxa de poupança rondou os 4,2% do rendimento disponível das famílias, cerca de 5 mil milhoões de euros

Quem tem mais dinheiro é quem mais poupa. Em 2015, 80% das poupanças em Portugal
pertenciam a 20% de famílias, com rendimentos mais elevados.

Os que têm menos rendimentos registam niveis negativos de poupança, o que contribuiu em 2015
para uma taxa de poupança mais baixa de sempre.

Em 1999, a taxa de poupança rondava os 11,4%, cerca de 9,7 milhões de euros.

Comparado com a zona euro, Portugal teve uma taxa de poupança três vezes inferior aos parceiros europeus.

A descida progressiva da taxa de poupança em Portugal começou com a entrada no euro.

Nos anos da crise económica, esta queda parou com as familias a fazerem um esforço para pouparem travagem no consumo e mais dificuldades no acesso aos créditos também contribuíram para redução de gastos.

O estudo do Banco de Portugal indica também que os portugueses com níveis de escolaridade mais elevados são mais poupados do que os têm pouco mais que o ensino básico.

Apesar destes dados, o Banco de Portugal considera que redução das desigualdades de rendimentos não cria mais poupança.

  • Paulo Macedo pede calma para o bem do banco
    1:45

    Caso CGD

    Paulo Macedo falou pela primeira vez desde que foi eleito o novo Presidente da Caixa Geral de Depósitos e, para o bem do banco público, pediu calma a todos. Passos Coelho veio dizer que a recapitalização da Caixa pode ter de ser feita no verão do próximo ano para salvaguardar o défice deste ano. Já António Costa preferiu não comentar as declarações de Passos e diz que o banco público há muito que precisava de ser recapitalizado.

  • O que aconteceu à menina síria que relatava a guerra no Twitter?
    1:59
  • Youtuber Miguel Paraiso escreveu uma paródia musical para a Reportagem da SIC "Renegados"
    1:27

    Grande Reportagem SIC

    O youtuber Miguel Paraiso escreveu uma paródia musical para a Grande Reportagem SIC "Renegados". Desde ontem já teve 67 mil visualizações no Facebook. Imagine que ia renovar o cartão de cidadão e diziam-lhe que afinal não é português? Mesmo tendo nascido, crescido, estudado e trabalhado sempre em Portugal? Foi o que aconteceu a inúmeras pessoas que nasceram depois de 1981, quando a lei da nacionalidade foi alterada.«Renegados» é como se sentem estes filhos de uma pátria que os excluiu. Para ver, esta quarta-feira, no Jornal da Noite da SIC.