sicnot

Perfil

Economia

Trabalho temporário cresce em 2015 e está cada vez mais "cumpridor"

O setor do trabalho temporário recuperou, em 2015, para níveis anteriores à crise, tornando-se cada vez mais "cumpridor", segundo o Provedor da Ética Empresarial e do Trabalhador Temporário (PEETT), Vitalino Canas.

Empresas que apresentarem até hoje as declarações de remunerações de todos os trabalhadores abrangidos pelo salário mínimo nacional podem beneficiar da redução da TSU.

Empresas que apresentarem até hoje as declarações de remunerações de todos os trabalhadores abrangidos pelo salário mínimo nacional podem beneficiar da redução da TSU.

(LUSA/ ARQUIVO)

Em declarações à agência Lusa a propósito da divulgação do VIII Relatório do PEETT, que decorrerá hoje à tarde com a presença do ministro do Trabalho, José Vieira da Silva, Vitalino Canas considera que ao nível do panorama geral do setor, que vale hoje mais de mil milhões de euros, o ano de 2015 foi de "recuperação" e 2016 terá tendência para crescer ainda mais.

"Isto confirma aquela ideia de que sempre que a economia começa a crescer, a reagir à crise, a ter melhores níveis de performance, reflete-se imediatamente através do recurso ao trabalho temporário", disse.

"O trabalho temporário é, simultaneamente, um indicador da melhoria das condições económicas e também um dinamizador, uma vez que confere às empresas soluções de flexibilidade para elas poderem, em períodos de transição, ir cautelosamente explorado as oportunidades que existam quando ainda não é claro se a atividade económica já está em franca expansão ou não", acrescentou.

Em relação à atividade do PEETT, iniciada em 2007 e dinamizada pela Associação Portuguesa das Empresas do Setor Privado de Emprego e Recursos Humanos (APESPE), os dados demonstram que, há semelhança dos dois últimos anos, houve uma diminuição do número de casos processados.

"É um sinal da menor litigiosidade no setor", considera Vitalino Canas, referindo que o setor, "além de estar mais regulamentado, parece que está mais cumpridor".

Em 2015 houve 66 iniciativas de trabalhadores perante o PEETT, com a maioria das mesmas a verificarem-se no primeiro semestre do ano, 41 das quais a corresponderem a dúvidas endereçadas pelos trabalhadores, destacando-se o papel do PEETT enquanto consultor jurídico.

O Provedor conseguiu diminuir ligeiramente o seu tempo de resposta médio para cada pedido, cifrando-se este, no ano de 2015, em 1,91 dias por cada pedido.

A propósito, Vitalino Canas lembrou que quando iniciou a sua atividade, em 2007, "encontrou um setor onde eram muito frequentes as situações de não cumprimento das regras no que diz respeito às durações dos contratos, de trabalhadores que se eternizavam no mesmo posto de trabalho com sucessivos contratos, as vezes com diferentes empresas, mas sempre a desempenharem a mesma função".

"Hoje não direi que já não existem casos de abusos. Obviamente que continuam a existir. Nós detetamos alguns. Mas estas situações estão mais esbatidas", defendeu Vitalino Canas.

Segundo o PEETT, ao longo dos últimos anos, o setor foi-se "estruturando e evoluindo no sentido de ser mais cumpridor", embora persistam situações nas quais há necessidade de o provedor intervir para ser assegurado o cumprimento dos direitos dos trabalhadores.

O relatório do PEETT relativamente ao setor tem por base os últimos dados disponíveis, que são de 2013.

Nesse ano, foram apurados 121.718 trabalhadores com contratos de trabalho temporário com a duração média inferior a 100 dias.

No que se refere aos grupos etários, predominam as idades entre os 25 e os 54 anos, com a média a situar-se nos 33 anos, em ambos os semestres, observando-se um aumento da idade dos trabalhadores nos setores secundário e terciário, de acordo com o relatório.

"Isto indica-nos que, ao contrário da ideia que se tem, não se trata de um setor só para jovens e, embora não tenhamos dados para 2014 e 2015, pensamos que se trata de uma tendência que se manteve em 2014 e 2015".

O setor do alojamento distinguiu-se como a atividade económica que mais recorre à contratação de trabalhadores temporários, representando 13% do total.

Lusa

  • Relatório pedido pelo Governo PSD-CDS já apontava falhas no SIRESP
    2:26
  • FC Porto acusa Benfica de recorrer a serviços de "bruxaria"
    2:34

    Desporto

    Francisco J. Marques acusou o Benfica de recorrer a "bruxaria". O diretor de comunicação do FC Porto revelou uma troca de e-mails entre Luís Filipe Vieira e Armando Nhaga, suposto comissário nacional da polícia da Guiné-Bissau com a celebração de um contrato de prestação de serviços.

  • Francisco J. Marques promete continuar a revelar e-mails
    2:11

    Desporto

    Francisco J. Marques diz que a Polícia Judiciária sabe como o Futebol Clube do Porto teve acesso aos e-mails e desafia o Benfica a revelar os originais. O diretor de comunicação do clube portista revelou ainda que irá continuar a divulgar e-mails, já que isso não é incompatível com o segredo de Justiça.

  • Confirmada prisão dos portugueses que gravaram nome no portão de Auschwitz

    Mundo

    Dois adolescentes católicos portugueses foram condenados a um ano de prisão com pena suspensa, por terem gravado os nomes na porta da entrada principal de Auschwitz-Birkenau. O tribunal de primeira instância de Oswiecim já tinha condenado os jovens e o tribunal de Cracóvia confirmou esta quarta-feira a pena aplicada.

  • Temer pode cair menos de um ano depois da queda de Dilma
    3:06
  • Imagens do resgate de crianças feridas num bombardeamento na Síria
    2:00

    Mundo

    Os Estados Unidos acusam o regime sírio de estar a preparar um novo ataque químico e avisam Bashar al-Assad que vai pagar caro se o concretizar. No terreno, os ataques aéreos continuam a fazer vítimas civis. Da periferia de Damasco chegam imagens dramáticas do resgate de duas crianças feridas num bombardeamento.

  • Quem é a mulher que diz ser filha de Salvador Dalí

    Cultura

    Maria Pilar Abel Martínez nasceu em 1956 e será o alegado fruto de um caso entre a sua mãe e Salvador Dalí. Um tribunal de Madrid ordenou a exumação do cadáver do pintor e a obtenção de amostras, de modo a determinar se a mulher espanhola é mesmo filha de Dalí.

  • Mulher atira moedas para o motor do avião por superstição

    Mundo

    As superstições levam as pessoas a fazer coisas bizarras e até, mesmo, perigosas. Este foi o caso de uma mulher chinesa que decidiu atirar moedas para o motor de um avião, para garantir boa sorte na viagem, que estava prestes a fazer. Contudo, a ação obrigou ao atraso do voo que partia de Xangai, numa companhia aérea chinesa.

  • Modelo italiana atacada com ácido volta ao trabalho

    Mundo

    Gessica Notaro, antiga concorrente do concurso Miss Itália, já regressou ao trabalho como treinadora de leões marinhos, cinco meses depois de ter sido atacada com ácido, alegadamento pelo ex-namorado, Jorge Edson Tavares. Gessica Notaro diz que quer inspirar e encorajar outras mulheres a lutar contra o assédio e o bullying nas relações.