sicnot

Perfil

Economia

Eurogrupo vai debater reestruturação da dívida grega

O presidente do Eurogrupo, Jeroen Dijsselbloem, disse hoje que o fórum de ministros das Finanças da zona euro vai debater "quando, se e em que condições" poderá ser reestruturada a dívida grega.

Reuters

Reuters

© Vincent Kessler / Reuters

"Vamos decididamente discutir se, quando, em que condições a restruturação da dívida deve ter lugar, se é necessária? Esta é uma primeira discussão sobre se podem haver medidas para sustentabilidade ou alívio da dívida e não espero conclusões definitivas para já", disse Dijsselbloem, falando à entrada do Conselho de Ministros das Finanças da zona euro.

O Eurogrupo voltará a este tema "depois de mais trabalho técnico ser feito", na próxima reunião ordinária, marcada para dia 24.

Em relação ao plano de contingência, Dijsselbloem reiterou que este entrará em ação automaticamente se o Orçamento grego descarrilar e integra o terceiro programa de resgate à Grécia, que foi negociado em julho de 2015.

A Grécia tem que chegar a um excedente primário de 3,5% do produto interno bruto (PIB) em 2018, tendo o Governo de Alexis Tsipras conseguido, no domingo, a aprovação parlamentar de reformas das pensões e dos impostos diretos e dos indiretos que permitirão economizar 5.400 milhões de euros por ano.

Lusa

  • "É abusivo falar de fuga ao fisco"
    4:10

    Economia

    Dez mil milhões de euros é o valor de que se fala das transferências para contas offshore, que terão escapado à Autoridade Tributária. O número impressiona, mas é preciso notar que este dinheiro é capital que sai do país e o capital não está sujeito ao pagamento de imposto só porque sai do país. O fiscalista Tiago Caiado Guerreiro esteve no Jornal da Noite para dar mais explicações sobre o caso.