sicnot

Perfil

Economia

BCE anuncia testes a quatro bancos da Irlanda, Itália, Letónia e Eslovénia

O Banco Central Europeu (BCE) anunciou hoje que vai realizar em 2016 provas de solvência a quatro bancos da Irlanda, Itália, Letónia e Eslovénia e publicar os resultados dos mesmos em novembro.

© Srdjan Zivulovic / Reuters

© Kevin Coombs / Reuters

O BCE informou hoje que as referidas instituições são o Abanka da Eslovénia, o Rietumu Banka da Letónia, o Banca Mediolanum de Itália e o Citibank Europe da Irlanda.

O BCE realiza um teste de solvência a todos os bancos que vai supervisionar diretamente. Este teste inclui uma revisão da qualidade dos ativos e uma prova de resistência.

A instituição europeia faz aqueles testes a bancos que foram classificados recentemente de significativos ou que podem chegar a sê-lo.

Os testes começaram em março e os resultados serão publicados em novembro.

Estes testes constituem uma prova de resistência independente das que vão ser realizadas pela Autoridade Bancária Europeia (EBA nas siglas em inglês) e pelo BCE de forma coordenada em toda a União Europeia.

Lusa

  • Cinco anos depois do incêndio na Serra do Caldeirão
    5:24
  • Destaques económicos que marcaram a semana
    2:03

    Economia

    A semana ficou marcada pela tragédia provocada pelos incêndios no centro do país. No entanto importa olhar para o que se passou noutras áreas e fazer um resumo das notícias relacionadas com a economia. 

  • Martin Schulz ataca Merkel a três meses das legislativas

    Mundo

    O social-democrata alemão Martin Schulz passou este domingo à ofensiva, a três meses das eleições legislativas, ao acusar Angela Merkel de "arrogância" e de sabotar a "democracia", quando as sondagens apontam para uma larga vantagem da chanceler da Alemanha.

  • Martha, a cadela mais feia do mundo
    0:42

    Mundo

    A cadela Martha, de raça mastim napolitano ficou em primeiro lugar na edição anual do concurso que elege os cães mais feios do mundo. A cadela tem três anos, pesa 57 quilos e foi resgatada pela dona quando estava praticamente cega. Acabou por recuperar a visão depois de várias operações. Martha e a dona receberam um prémio de 1.500 dólares e uma viagem a Nova Iorque para marcarem presença em programas de televisão.