sicnot

Perfil

Economia

EasyJet passa de lucros a prejuízos após atentados de Paris e fim de voos de Sharm el-Sheikh

A EasyJet teve prejuízos de 20 milhões de libras (25,7 milhões de euros) no semestre concluído a 31 de março, devido aos atentados de Paris e à supressão dos voos de Sharm el-Sheikh, no Egito, foi hoje divulgado.

© Srdjan Zivulovic / Reuters

A companhia aérea britânica de baixo custo esclareceu que os prejuízos contrastam com o lucro de cinco milhões de libras (6,4 milhões de euros), face a igual período do ano anterior, refere em comunicado.

As receitas aumentaram 0,3% para 1.771 milhões de libras (2.282 milhões de euros) no semestre analisado, face a igual semestre do ano anterior.

A companhia aérea explicou que os ataques terroristas e as taxas de câmbio desfavoráveis tiveram um impacto negativo nos resultados, apesar de as receitas dos voos para as localidades que têm as principais estâncias de esqui tenham aumentado.

O Governo britânico, depois de o abate em 2015 do avião russo em Sharm el-Sheikh, no Egito, decidiu suspender os voos para esta localidade.

  • Oceanário de Lisboa dá formação sobre impacto da acumulação de plásticos nos oceanos
    2:37
  • Trump e Netanyahu discutiram "ameaças que o Irão coloca"

    Mundo

    O novo Presidente norte-americano, Donald Trump, e o primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, debateram "as ameaças que o Irão coloca" e concordaram que a paz israelo-palestiniana só pode ser "negociada diretamente", anunciou este domingo a Casa Branca.