sicnot

Perfil

Economia

Exportações caem 3,9% e importações recuam 0,8% em março

As exportações diminuíram 3,9% e as importações decresceram 0,8% em março deste ano face ao mesmo mês de 2015, tendo o défice da balança comercial aumentado 133 milhões de euros, informou hoje o INE.

(Reuters/Arquivo)

(Reuters/Arquivo)

© Rafael Marchante / Reuters

De acordo com os dados relativos ao comércio internacional de Portugal divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), no acumulado do primeiro trimestre de 2016, as exportações de bens diminuíram 2,0% e as importações cresceram 1%, em termos homólogos. (-1,1% e +1,5%, respetivamente, no trimestre terminado em fevereiro de 2016).

Só em março, face ao mesmo mês de 2015, "excluindo os combustíveis e lubrificantes, as exportações diminuíram 1,3% e as importações aumentaram 2,8%" em março de 2015 face ao mês homólogo do ano passado.

Assim, o défice da balança comercial de bens registou um acréscimo homólogo de 133 milhões de euros em março de 2016, face ao mesmo mês de 2015, para 1.040 milhões de euros, sendo que, excluindo os combustíveis e lubrificantes, o saldo da balança comercial totalizou -738 milhões de euros, um agravamento de 185 milhões de euros.

Este desempenho das exportações, em termos das variações homólogas mensais, traduziu o comportamento do comércio extra-União Europeia (UE), que recuou 14,9% em março depois de em fevereiro ter já diminuído 17,6%. As exportações intra-UE, pelo contrário, aumentaram 0,3% em março e 7,4% em fevereiro.

Quanto às importações, recuaram 0,8% em março "em resultado da evolução registada nas importações intra-UE (-1,3%, contra +5,4% em fevereiro), já que no comércio extra-UE houve um aumento (+1,1%, que compara com 2,3% em fevereiro).

Considerando o comércio internacional sem a rubrica dos combustíveis e lubrificantes, em março as exportações decresceram 1,3% e as importações aumentaram 2,8% face ao período homólogo, depois de no mês anterior terem subido 3,1% e 7,3%, respetivamente.

O INE destaca que "desde junho de 2015 as exportações e importações sem combustíveis e lubrificantes registaram crescimentos superiores ao da totalidade das exportações e importações", o que "retrata em grande medida o impacto da redução dos preços relativos dos combustíveis e lubrificantes".

Numa análise da evolução do comércio internacional em março face ao mês anterior, verifica-se que as exportações aumentaram 5,7%, "devido sobretudo à evolução registada nas exportações extra-UE", e que as importações subiram 12,4%, "principalmente devido ao comportamento do comércio intra-UE".

Por categorias económicas, em março de 2016 "tanto nas exportações como nas importações destaca-se a acentuada redução dos combustíveis e lubrificantes (-39,2% e -26,1%, respetivamente), face a março de 2015", sendo ainda de salientar o aumento das importações de material de transporte e acessórios (+18,6%).

Numa análise por países, tendo em conta os principais mercados de destino das exportações nacionais em 2015, o INE refere que Angola (-46,4%) "foi o país que mais contribuiu para a redução [homóloga] global das exportações em março de 2016". Em sentido contrário evidencia-se o acréscimo de 2,7% nas exportações para Espanha.

Em relação à variação das importações, o contributo "mais negativo" foi dado pelas importações provenientes do Reino Unido, com uma quebra de 23,8%, enquanto Angola registou o maior acréscimo (+30,4%).

Lusa

  • Presidente da Proteção Civil demitiu-se

    País

    O Presidente da Autoridade Nacional da Proteção Civil (ANPC), Joaquim Leitão, pediu esta quarta-feira a demissão com efeitos imediatos. A carta de demissão foi enviada para o Ministério da Administração Interna, no entanto, uma vez que a ministra também se demitiu, o documento seguiu para o gabinete do primeiro-ministro, António Costa.

  • Provavelmente o melhor golo da noite de Liga Europa
    1:24
  • Vitória de Guimarães mais longe dos 16 avos de final
    1:48
  • O perfil dos novos ministros
    3:22

    País

    Pedro Siza Vieira e Eduardo Cabrita são os dois novos ministros que tomam posse no próximo sábado. Ambos têm uma particularidade: são amigos de longa data do primeiro-ministro António Costa.

  • Não me parece o melhor princípio político, mas percebo que António Costa queira ter junto de si, sobretudo em tempos difíceis, os mais próximos. Os homens de confiança pessoal e política. Em plena tempestade, o primeiro-ministro chamou dois amigos de longa data, ex-colegas da Faculdade de Direito, Eduardo Cabrita e Pedro Siza Vieira. E eles não disseram que não.

    Bernardo Ferrão

  • Fogos na Califórnia provocaram 42 mortos e perdas acima de mil milhões de dólares

    Mundo

    O comissário dos seguros da Califórnia afirmou esta quinta-feira que as perdas provocadas pelos incêndios que dizimaram extensas áreas deste Estado norte-americano excedem os mil milhões de dólares (844 milhões de euros). Estes incêndios, que começaram no condado de Sonoma County, já provocaram a morte a 42 pessoas no mês de outubro.

  • Quem está ao lado de Trump? Melania ou uma sósia?

    Mundo

    A especulação surgiu no Twitter: estaria Trump acompanhado de uma sósia de Melania para ocultar a ausência da mulher num evento oficial? A teoria da conspiração ganhou depois força nas redes sociais. Julgue por si mesmo.

    SIC

  • Norte-americano entrega-se após perder aposta com a polícia no Facebook

    Mundo

    Um jovem de 21 anos procurado pela polícia norte-americana entregou-se, esta segunda-feira, depois de perder uma aposta com a polícia, no Facebook. Michael Zaydel prometeu entregar-se se uma publicação sobre o seu desaparecimento chegasse às mil partilhas, na rede social. O jovem norte-americano prometeu ainda levar uma dúzia de donuts, caso os agentes da cidade de Redford conseguissem ganhar a aposta.

    SIC