sicnot

Perfil

Economia

NATO e EUA insistem nos alertas ao perigo de saída do Reino Unido da UE

Treze antigos altos funcionários norte-americanos e cinco ex-dirigentes da NATO alertaram hoje, numa carta conjunta enviada ao Daily Telegraph, para os perigos de enfraquecimento da segurança na Europa caso o Reino Unido saia da União Europeia (UE).

(Arquivo)

(Arquivo)

© Yves Herman / Reuters

Na carta, publicada a pouco mais de um mês do referendo de 23 de junho, as 18 personalidades, ligadas à diplomacia, defesa e exército, defenderam que a saída do Reino Unido (UE) vai "prejudicar a segurança no Ocidente" e "enfraquecer perigosamente a Europa".

Os antigos líderes da NATO acrescentaram que um "Brexit" vai "minar" a aliança militar transatlântica e dar "apoio aos inimigos do Ocidente", permitindo ainda, "sem qualquer dúvida, uma perda da influência britânica".

"Dado a escala e a quantidade de desafios à paz e estabilidade que enfrentamos em conjunto, a comunidade euro-atlântica necessita de um Reino Unido empenhado e ativo", escreveram Peter Carington, Javier Solana, George Robertson, Jaap de Hoop Scheffer e Anders Fogh Rasmussen.

"O «Brexit» vai, sem qualquer dúvida, levar a uma perda da influência britânica, minar a NATO e socorrer os inimigos do Ocidente precisamente quando precisamos de unir esforços no combate da comunidade euro-atlântica às ameaças comuns, inclusive à porta da nossa própria casa", escreveram.

Na mesma carta, 13 antigos secretários de Estado e da Defesa, bem como vários conselheiros da Segurança Nacional defenderam que a Europa ficará "bastante enfraquecida" se o Reino Unido deixar os "28".

"O mundo necessita de uma Europa unida para trabalhar em conjunto com os Estados Unidos", escreveram os signatários, pertencentes a todas as administrações norte-americanas dos últimos 40 anos.

"A relação especial entre os nossos países não beneficiará com a perda da influência e o Reino Unido irá sofrer por não fazer parte da UE", escreveram os antigos secretários de Estado George Schultz e Madeleine Albright e os ex-secretários da Defesa Frank Karlucci, William Perry, Bill Cohen, Bob Gates e Leo Panetta, entre outros.

Em abril, numa visita a Londres, o Presidente norte-americano, Barack Obama, sublinhou que o Reino Unido, ao pertencer à UE, "tem exponenciado a influência global" do país no mundo.

O antigo ministro da Defesa britânico Liam Fox, que tem estado a fazer campanha pelo "não" à UE, defendeu, por seu lado, que os avisos "estão já fora de prazo".

"Muitas dessas pessoas pertencem a uma era muito diferente da que nós vivemos hoje", disse Liam Fox à cadeia de televisão britânica BBC.

Lusa

  • Sim e não ao "Brexit" praticamente empatados

    Mundo

    Os partidários da permanência do Reino Unido na União Europeia (UE) e os da sua saída (ou "Brexit") estão praticamente empatados, revela uma sondagem divulgada hoje, no início da campanha oficial do referendo.

  • Obama está em Londres para analisar o Brexit

    Mundo

    O Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, está em Londres para analisar a possível saída dos britânicos da União Europeia. O Air Force One aterrou no aeroporto de Stansted, no nordeste da capital britânica, às 21H45. Além do Brexit, Barack Obama tem ainda agendado um almoço com a rainha Isabel II, que acaba de celebrar 90 anos. Esta é a quinta visita de Obama ao Reino Unido e será provavelmente a última como Presidente dos Estados Unidos da América.

  • Visita de Obama ao Reino Unido criticada pelos apoiantes do Brexit
    2:13

    Mundo

    A visita de Barack Obama a Londres está a ser ensombrada pelas críticas dos que se opõem à permanência do Reino Unido na União Europeia. Os partidários do chamado Brexit apontam o dedo ao Presidente norte-americano por estar a interferir num assunto interno, ao apoiar a posição de David Cameron. Além do encontro com o primeiro-ministro britânico, Obama e Michelle foram recebidos pela rainha Isabel II. Depois do Reino Unido Barack Obama vai visitar Hannover na Alemanha.

  • Os melhores do mundo pela FIFA da última década

    Desporto

    O português Cristiano Ronaldo e o argentino Lionel Messi têm repartido de forma igual os prémios de melhor jogador do mundo pela FIFA, na última década. Apesar destes dois nomes serem os mais falados, muitos outros jogadores foram nomeados para o prémio. Conheça a lista dos nomeados e dos vencedores desde 2007.

  • Tudo o que precisa saber sobre a moção de censura

    País

    O Governo minoritário do PS enfrenta na terça-feira a sua primeira moção de censura, a 29.ª em 43 anos de democracia, mas PCP, BE e PEV já anunciaram que vai "chumbar" a iniciativa do CDS-PP. Esta é a sétima moção de censura apresentada pelo CDS-PP e a 29.ª a ser discutida na Assembleia da República. Os três partidos de esquerda que têm apoiado o executivo, PCP, BE e PEV, já anunciaram que votam contra. Com os votos do PS, a moção é chumbada.

  • "Avançámos em primeiro lugar com incentivos às empresas"
    18:07

    Economia

    O ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral, esteve na Edição da Noite da SIC Notícias para falar do que pode ser feito depois da tragédia dos incêndios que assolou o país na última semana. O governante diz que já avançou com incentivos às empresas afetadas e que neste momento o mais importante é preservar a segurança das pessoas.

    Entrevista SIC Notícias

  • Santana Lopes lamenta que Rui Rio tenha recusado debates com as bases do PSD
    0:40

    País

    Pedro Santana Lopes lamenta que Rui Rio tenha recusado a realização de debates com as bases do partido. Fernando Negrão, responsável pela candidatura de Santana Lopes à presidência do PSD, já tinha advertido em comunicado que a posição de Rui Rio poderia também inviabilizar quaisquer outros frente a frente, incluindo os organizados pela comunicação social. Santana Lopes está na Guarda, no primeiro jantar com apoiantes desde que anunciou a candidatura.

  • Gémeas correm risco de vida se não saírem de Gaza

    Mundo

    Duas irmãs gémeas siamesas correm risco de vida enquanto permanecerem em Gaza. Quem diz é o médico Alam Abu Hamba, do Hospital de Shifra, que garante que "situação complicada" das meninas não pode ser tratada por médicos no território costeiro, atulamente bloqueado pelo Egito e por Israel. Abu Hamba espera que o casal de gémeas possa ser transferido para fora da separação.

  • Encontrado corpo de menina posta de castigo na rua pelo pai

    Mundo

    Sherin Mathews estava desaparecida desde o dia 7 de outubro. Este domingo a polícia do estado norte-americano do Texas encontrou o corpo de uma criança que acreditam ser a menina de três anos, desaparecida depois de o pai a colocar de castigo na rua, durante a madrugada.

    SIC