sicnot

Perfil

Economia

Costa admite que medidas adicionais podem ser aplicadas já este ano

Costa admite que medidas adicionais podem ser aplicadas já este ano

Costa revelou, esta noite, à SIC que há um plano B com medidas adicionais que serão aplicadas já este ano, caso a execução das contas públicas corra mal. Ainda assim, o primeiro-ministro continua sem explicar as medidas concretas de aumento de impostos e corte de prestações sociais.

O Governo vai rejeitar as sanções da União Europeia por défice excessivo. António Costa diz que não é justo que os Portugueses tenham sanções depois de tanto esforço, além disso diz que foi a própria Comissão Europeia a apoiar essas medidas de austeridade.

Em entrevista à SIC, António Costa lembra que Bruxelas prevê, numa visão cética, um défice de 2,7%, que a ser cumprido será um dos melhores dos últimos anos. O primeiro-ministro garante que o Governo está a fazer um esforço para relançar a economia contraciclo e que o desemprego subiu porque muitas pessoas que estavam inativas começaram agora à procura de emprego por se sentirem mais motivadas.

Sobre a quebra nas exportações, António Costa garante que há investidores e confiança para investir em Portugal já que "foram batidos todos os recordes de sempre em investimentos candidatados". O chefe do Governo afirma ainda que está a cumpir os compromissos assumidos mas com outras políticas.

  • António Costa garante que o governo vai cumprir todos os contratos de associação em vigor com colégios privados
    4:17

    País

    Sobre a polémica dos contratos de associação entre o Estado e os colégios privados e as dúvidas levantadas pelo Presidente da República sobre a matéria, o primeiro-ministro garante que os contratos existentes vão ser executados até ao final. António Costa disse ainda que estas instituições representam apenas 3% dos colégios privados e que será afeita uma avaliação caso a caso. Segundo o primeiro-ministro, no próximo ano vão mesmo existir mais turmas apoiadas por estes contratos.

  • "Devemos ter uma atitude aberta a todas as soluções" para o Novo Banco
    10:38

    Economia

    António Costa considera que a atitude a ter perante a situação do Novo Banco deve ser a de abertura a todas as soluções e optar pela que resultar em menos custos para os contribuintes. Sobre a criação do "banco mau", durante a entrevista desta noite na SIC e SIC Notícias, o primeiro-ministro disse que o Governo e o Banco de Portugal têm estado a trabalhar desde janeiro e que o relatório final deverá ser apresentado a 16 de junho. Também questionado sobre a Caixa Geral de Depósitos, garantiu que "a opção é manter a Caixa como um banco 100% público" e que "tal como não deve ser favorecido, um banco público não deve ser prejudicado."

  • A fuga dos PIDES
    1:16

    Perdidos e Achados

    Ao final do dia 29 de Junho de 1975, 89 agentes da PIDE fugiam da cadeia de Vale de Judeus, em Alcoentre. Mais de 40 anos depois, Perdidos e Achados recupera um dos acontecimentos do Verão Quente em Portugal. Hoje no Jornal da Noite e conteúdos exclusivos no site.

    Hoje no Jornal da Noite

  • Uma volta a Portugal. De bicicleta mas sem licra

    País

    Um grupo de professores propõe-se a repetir o percurso da 1.ª Volta a Portugal em Bicicleta, 90 anos depois. Não se trata de uma corrida, pelo contrário querem provar que qualquer um o pode fazer e promover o uso da bicicleta como meio de transporte pessoal. “Dar a volta” parte para a estrada esta quarta-feira, de Lisboa a Setúbal, tal como em 26 de abril de 1927.

    Ricardo Rosa

  • Casa Madonna di Fatima em Roma é um lar de idosos com 9 irmãs portuguesas
    4:29

    Mundo

    A mais antiga igreja dedicada à Senhora de Fátima em Roma tem mais de 50 anos. Foi construída pelas franciscanas hospitaleiras do Imaculado Coração, uma congregação fundada em Portugal. Hoje, as religiosas portuguesas gerem um lar na mesma rua, mas o templo foi entregue a uma congregação italiana.