sicnot

Perfil

Economia

Costa admite que medidas adicionais podem ser aplicadas já este ano

Costa admite que medidas adicionais podem ser aplicadas já este ano

Costa revelou, esta noite, à SIC que há um plano B com medidas adicionais que serão aplicadas já este ano, caso a execução das contas públicas corra mal. Ainda assim, o primeiro-ministro continua sem explicar as medidas concretas de aumento de impostos e corte de prestações sociais.

O Governo vai rejeitar as sanções da União Europeia por défice excessivo. António Costa diz que não é justo que os Portugueses tenham sanções depois de tanto esforço, além disso diz que foi a própria Comissão Europeia a apoiar essas medidas de austeridade.

Em entrevista à SIC, António Costa lembra que Bruxelas prevê, numa visão cética, um défice de 2,7%, que a ser cumprido será um dos melhores dos últimos anos. O primeiro-ministro garante que o Governo está a fazer um esforço para relançar a economia contraciclo e que o desemprego subiu porque muitas pessoas que estavam inativas começaram agora à procura de emprego por se sentirem mais motivadas.

Sobre a quebra nas exportações, António Costa garante que há investidores e confiança para investir em Portugal já que "foram batidos todos os recordes de sempre em investimentos candidatados". O chefe do Governo afirma ainda que está a cumpir os compromissos assumidos mas com outras políticas.

  • António Costa garante que o governo vai cumprir todos os contratos de associação em vigor com colégios privados
    4:17

    País

    Sobre a polémica dos contratos de associação entre o Estado e os colégios privados e as dúvidas levantadas pelo Presidente da República sobre a matéria, o primeiro-ministro garante que os contratos existentes vão ser executados até ao final. António Costa disse ainda que estas instituições representam apenas 3% dos colégios privados e que será afeita uma avaliação caso a caso. Segundo o primeiro-ministro, no próximo ano vão mesmo existir mais turmas apoiadas por estes contratos.

  • "Devemos ter uma atitude aberta a todas as soluções" para o Novo Banco
    10:38

    Economia

    António Costa considera que a atitude a ter perante a situação do Novo Banco deve ser a de abertura a todas as soluções e optar pela que resultar em menos custos para os contribuintes. Sobre a criação do "banco mau", durante a entrevista desta noite na SIC e SIC Notícias, o primeiro-ministro disse que o Governo e o Banco de Portugal têm estado a trabalhar desde janeiro e que o relatório final deverá ser apresentado a 16 de junho. Também questionado sobre a Caixa Geral de Depósitos, garantiu que "a opção é manter a Caixa como um banco 100% público" e que "tal como não deve ser favorecido, um banco público não deve ser prejudicado."

  • Debate quinzenal no Parlamento: veja em direto e comente

    País

    As políticas de descentralização foram o tema escolhido pelo Governo para o debate quinzenal, mas a situação na Caixa Geral de Depósitos também deve marcar os trabalhos na Assembleia da República. Acompanhe aqui a discussão e participe no Minuto a Minuto SIC/Parlamento Global.

    Direto

  • Cerca de 100 mortos e dezenas de desaparecidos após sismo na Indonésia
    1:24
  • Centro Hospitalar do Algarve deverá ser extinto em 2017
    2:10

    País

    O Centro Hospitalar do Algarve deverá ser extinto no próximo ano e depois da separação dos hospitais de Faro, Portimão e Lagos. Faro deverá passar a hospital universitário. A proposta da Administração Regional de Saúde deverá ser confirmada dentro de dias pelo ministro da Saúde.

  • As camisolas de Natal da família real britânica

    Mundo

    O espírito natalício invadiu ontem o Museu Madame Tussauds, em Londres. Foram reveladas as novas figuras de cera da família real britânica - cada membro enverga uma camisola de espírito festivo, com cãezinhos "reais" e "gingerbreadmen" de gosto duvidoso.