sicnot

Perfil

Economia

Portugal conseguiu 1.150 milhões de euros em dívida a 10 anos

Portugal aproveitou esta manhã a procura dos investidores e conseguiu 1.150 milhões de euros, mais financiamento do que previa, à taxa de juro de 3,252%.

© Jose Manuel Ribeiro / Reuters (Arquivo)

Segundo a página da Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública (IGCP) na Bloomberg, a procura desta emissão atingiu 1.830 milhões de euros, 1,59 vezes superior ao montante colocado.

O IGCP tinha anunciado a realização de um leilão de Obrigações do Tesouro (OT) com maturidade a 21 de julho de 2026 com "um montante indicativo entre 750 a 1.000 milhões de euros".

A anterior emissão de OT a 10 anos foi colocada em março deste ano, altura em que o Tesouro colocou 621 milhões de euros a uma taxa de juro média de 3,138%, superior à de 2,42% verificada no leilão precedente, de 25 de novembro do ano passado.

No leilão de março, a procura atingiu os 993 milhões de euros, tendo sido 1,60 vezes superior ao montante colocado.

Para o diretor da gestão de ativos do Banco Carregosa, Filipe Silva, o leilão de hoje "correu dentro do esperado, com a taxa em linha do que se faz no mercado secundário".

O leilão "correu sem qualquer problema, talvez por isso se tenha optado por emitir um pouco acima do previsto inicialmente, que era um intervalo entre 750 e mil milhões de euros, referiu.

"A 'yield curve' da dívida portuguesa não mostra qualquer tipo de 'stress' com Portugal e os investidores aproveitam as oportunidades não só na dívida pública portuguesa como também na dívida das empresas portuguesas", afirmou ainda Filipe Silva.

A instituição liderada por Cristina Casalinho espera emitir, em termos brutos, 18.000 a 20.000 milhões de euros em dívida de médio e longo prazo em 2016, "combinando sindicatos e leilões" e assegurando "no mínimo" um leilão de Obrigações do Tesouro (OT) por trimestre.

Com Lusa/Última atualização às 11:31

  • Queda de avioneta em Espanha causa 4 mortos

    Mundo

    Uma avioneta com destino a Cascais, em que seguia uma família de quatro pessoas - dois adultos e dois menores - caiu em Sotillo de las Palomas, em Toledo, Espanha.

    Em desenvolvimento

  • Um discurso histórico com os pedidos de sempre
    2:30

    País

    Jerónimo de Sousa voltou este domingo a pedir a renegociação da dívida e a saída de Portugal do euro. Num discurso historicamente curto, apenas 15 minutos, no encerramento do Congresso do PCP, o reeleito secretário-geral comunista anunciou que o aumento dos salários e a reversão das alterações à legislação laboral são duas prioridades para os próximos tempos.

  • Mais de 50 milhões de italianos decidem futuro do país
    1:43

    Mundo

    Este domingo, está nas mãos de mais de 50 milhões de eleitores italianos o futuro do país. Mais do que um voto à reforma constitucional, o referendo terá consequências políticas diretas no Governo italiano. As urnas fecham às 23h00, 22h00 em Lisboa. Os primeiros resultados são esperados meia hora depois.