sicnot

Perfil

Economia

Volkswagen reduz as vendas em 2% até abril

A Volkswagen, a marca principal do grupo automóvel com o mesmo nome, reduziu as vendas nos quatro primeiros meses do ano em 2% para 1.936.200 unidades, devido às quedas no Brasil, Rússia e Estados Unidos.

Z1018/_Ralf Hirschberger

O grupo, que integra também as marcas Audi, Porsche e Seat, informou hoje que as vendas da sua principal marca nos Estados Unidos baixaram entre janeiro e abril para 96.400 unidades, uma redução de 11,7% em comparação com o mesmo período de 2015.

Nos primeiros quatro meses deste ano, as vendas no Brasil caíram 35,8% (80.900 unidades) e na Rússia baixaram 10,2% (21.800 unidades).

Na Europa, as vendas da marca Volkswagen mantiveram-se estáveis até abril em 579.500 unidades, mas na Alemanha registaram um recuo de 3,4% para 191.300 unidades.

Na China, a Volkswagen vendeu entre janeiro e abril 939.400 veículos da sua principal marca, 4,4% mais.

A queda das vendas desta marca em todo o mundo em abril foi de 3,9%.

"A marca Volkswagen tem crescido apenas na China e na Europa Central e Oriental", disse o diretor de vendas da marca, Jürgen Stackmann.

Em setembro passado, a Volkswagen foi envolvida num escândalo de manipulação de emissões poluentes, um caso que foi divulgado nos Estados Unidos.

Lusa

  • "O que é isto, mamã?"
    36:23
  • O ensino à distância em Portugal
    4:12

    País

    Em Portugal, o ensino básico e secundário à distância já conta com 300 alunos e com a preciosa ajuda das novas tecnologias. É através do computador que a escola viaja e acompanha os alunos, alguns com doenças que não os permitem ir às aulas, outros que são atletas de alta competição e que têm a maior parte do tempo ocupado por treinos ou ainda os que fazem parte de famílias itenerantes, como é o caso dos que vivem no circo e andam de terra em terra.

  • Aprender a jogar badminton ao ritmo do samba
    2:54

    Mundo

    No Brasil, a correspondente da SIC foi conhecer um projeto social no Rio de Janeiro que mistura samba e desporto. Um desporto que ainda é pouco praticado mas que tem sido fundamental para transformar a vida de jovens das favelas e para descobrir novos talentos do badminton brasileiro.

    Correspondente SIC