sicnot

Perfil

Economia

Simplex 2016 apresenta 255 medidas

O programa Simplex 2016, que será lançado a 19 de maio, conta com 255 medidas, e a apresentação contará com a presença do vice-presidente da Comissão Europeia Frans Timmermans, disse hoje à Lusa fonte governamental.

PAULO NOVAIS

No passado sábado, o primeiro-ministro, António Costa, anunciou que o Simplex 2016 ia ser apresentado na próxima quinta-feira, antecipando em um dia a data anteriormente prevista, e avançou que o programa iria ter medidas especiais para atrair investimentos na área do turismo.

De acordo com fonte governamental, a apresentação do programa contará com a presença do vice-presidente da Comissão Europeia e "número dois" do executivo comunitário, Frans Timmermans, que entre os seus pelouros tem a área da regulação e da transparência.

O Simplex 2016 integra um total de 255 medidas, as quais serão executadas até maio do próximo ano.

Entre estas medidas constam as três ideias vencedoras do concurso Startup Simplex, que incluem a ideia "Paga ao Estado", uma carteira digital que substitui o dinheiro vivo; a "Firefisk", que consiste em reunir informação de diferentes autoridades públicas sobre incêndios numa única plataforma; e um integrador que permite que as aplicações de rastreabilidade de bovinos comuniquem diretamente e em tempo real com o Sistema Nacional de Informação e Registo Animal (SNIRA).

O lançamento do Simplex 2016 acontece 10 anos depois do programa de simplificação legislativa e administrativa ter sido criado.

Desde 2006, ao longo das suas seis edições, o Simplex resultou na execução de 792 medidas das 957 programadas, o que representa uma taxa de execução de 83%.

Em 2008, foi lançado o Simplex Autárquico, que nas suas três edições contou com 441 medidas programas, das quais 389 foram executadas, o que resultou numa taxa de execução de 88%.

No total, as medidas executadas ascenderam a 1.181.

Entre as medidas mais emblemáticas do programa constam o Cartão de Cidadão, a Empresa na Hora, o Documento Único Automóvel ou o projeto Nascer Cidadão (serviço que permite registar os recém-nascidos em maternidades e hospitais), entre outras.

Lusa

  • O fim do julgamento do caso BPN, seis anos depois
    2:26

    País

    O antigo presidente do BPN José Oliveira Costa tentou adiar o fim do julgamento principal do caso com um recurso para o Tribunal Constitucional. Apesar disso, a leitura do acórdão continua marcada para esta quarta-feira, quase seis anos e meio depois de os 15 arguidos se terem sentado pela primeira vez no banco dos réus.

  • José Oliveira Costa, o rosto do buraco financeiro do BPN
    3:04

    País

    José Oliveira Costa foi o homem forte do BPN durante 10 anos e tornou-se o rosto do gigantesco buraco financeiro. Manteve-se em silêncio durante todo o julgamento, mas falou aos deputados da comissão de inquérito, para negar qualquer envolvimento no escândalo que fez ruir o BPN.

  • Saída do Procedimento por Défice Excessivo marca debate no Parlamento
    1:40
  • Filhos tentam anular casamento de pai de 101 anos

    País

    O casamento de um homem de 101 anos com uma mulher com metade da idade, em Bragança, está a ser contestado judicialmente pelos filhos do idoso, que acusam aquela que era empregada da família de querer ser herdeira.