sicnot

Perfil

Economia

Tribunal da Relação confirma condenação de João Rendeiro

João Rendeiro, antigo administrador do Banco Privado Português, vai ter de pagar um milhão e meio de euros de multa aplicada pelo Banco de Portugal e ficar 10 anos sem poder exercer cargos no setor financeiro. O Tribunal da Relação confirmou a decisão do supervisor bancário, que tinha sido contestada pelo ex-administrador no Tribunal da Concorrência, em Santarém.

O antigo presidente do Banco Privado Português, João Rendeiro. (Arquivo)

O antigo presidente do Banco Privado Português, João Rendeiro. (Arquivo)

LUSA

No espaço de semanas esta é a segunda derrota do ex-banqueiro e dos outros antigos gestores do BPP.

Em março, a Relação de Lisboa já tinha confirmado as contraordernações aplicadas pela Comissão de Mercados de Valores Mobiliários. João Rendeiro foi condenado, na altura, a pagar um milhão de euros de coima.

  • Dono de submarino é o único suspeito da morte de jornalista sueca
    1:51

    Mundo

    A polícia dinamarquesa confirmou que o corpo decapitado encontrado junto ao mar, perto de Copenhaga, é o da jornalista sueca desaparecida há mais de 10 dias. Kim Wall estava a fazer uma reportagem sobre um submarino artesanal com o criador, que é agora o principal suspeito do crime. Parte do corpo foi encontrada na segunda-feira e identificada através de exames de ADN.