sicnot

Perfil

Economia

Tribunal da Relação confirma condenação de João Rendeiro

João Rendeiro, antigo administrador do Banco Privado Português, vai ter de pagar um milhão e meio de euros de multa aplicada pelo Banco de Portugal e ficar 10 anos sem poder exercer cargos no setor financeiro. O Tribunal da Relação confirmou a decisão do supervisor bancário, que tinha sido contestada pelo ex-administrador no Tribunal da Concorrência, em Santarém.

O antigo presidente do Banco Privado Português, João Rendeiro. (Arquivo)

O antigo presidente do Banco Privado Português, João Rendeiro. (Arquivo)

LUSA

No espaço de semanas esta é a segunda derrota do ex-banqueiro e dos outros antigos gestores do BPP.

Em março, a Relação de Lisboa já tinha confirmado as contraordernações aplicadas pela Comissão de Mercados de Valores Mobiliários. João Rendeiro foi condenado, na altura, a pagar um milhão de euros de coima.

  • Mais de 1600 fiscalizações a IPSS em dois anos
    1:05

    Expresso da Meia Noite

    Nos últimos dois anos, o Estado fez mais de 1600 ações de fiscalização a Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS), das quais resultaram mais de 70 destituições e 80 participações ao Ministério Público. Os números foram avançados pela secretária de Estado da Segurança Social, Cláudia Joaquim, no programa Expresso da Meia-noite, na SIC Notícias.