sicnot

Perfil

Economia

CDS-PP recorda que é necessário cumprir as metas para este ano

CDS-PP recorda que é necessário cumprir as metas para este ano

O CDS-PP alerta para a importância de cumprir as metas do défice para este ano para evitar sanções de Bruxelas. A deputada Cecília Meireles aplaude a decisão da Comissão Europeia e diz que premeia os esforços que os portugueses têm feito nos últimos anos.

  • Portugal terá de apresentar medidas adicionais de mais de 700 M€
    0:47

    Economia

    A Comissão Europeia exige que o défice deste ano baixe para os 2,3% do PIB. Pelas contas de Bruxelas, isto implicará um esforço adicional de 4 décimas, ou seja, as medidas a apresentar deverão valer mais de 700 milhões de euros. Ficam também definidas novas metas para a redução do défice estrutural. Foram anunciadas pelo vice-presidente da Comissão Europeia, que diz que este pacote de medidas adicionais não será determinante para a decisão sobre as sanções, que levará apenas em conta o défice de 2015.

  • Rui Vitória não espera facilidades frente ao Tondela
    1:34

    Desporto

    O líder do campeonato, o Benfica, recebe este domingo o último classificado, o Tondela. Na conferência de antevisão do encontro, Rui Vitória afirmou que não espera facilidades. O treinador do Benfica falou ainda de Sebastian Coates.

  • Advogados de Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático
    2:13

    Operação Marquês

    Os advogados de José Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático e garantem que o antigo primeiro-ministro nunca favoreceu Ricardo Salgado ou o Grupo Espirito Santo. Segundo o Expresso, o presidente da Escom, Helder Bataglia, terá admitido que Ricardo Salgado utilizou uma conta bancária do empresário, na Suíça, para passar 12 milhões de euros a Carlos Santos Silva, alegadamente para o amigo José Sócrates.

  • Marine Le Pen diz que Brexit terá efeito dominó na UE
    0:39

    Brexit

    Marine Le Pen diz que o Brexit vai ter um efeito dominó na União Europeia. Durante um congresso da extrema-direita, a líder da Frente Nacional francesa afirmou que a Europa vai despertar este ano em que estão marcadas eleições em vários países, como a Alemanha e a Holanda.