sicnot

Perfil

Economia

Presidente da IGCP acha "pouco provável" agências de rating alterarem posição de Portugal

A presidente da Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública (IGCP) considera pouco provável que as agências de rating alterem este ano a sua posição relativamente a Portugal.

(Reuters/ Arquivo)

(Reuters/ Arquivo)

REUTERS

Na entrevista à Antena 1/Económico, transmitida na Antena 1, Cristina Casalinho afirma que, nas presentes circunstâncias, é "relativamente complexo" e "pouco provável" uma mudança, ainda em 2016, da posição que as agências de rating têm sobre Portugal.

Apesar de reconhecer que há sinais de uma trajetória descendente da dívida pública portuguesa, Cristina Casalinho considera que "as agências de rating acham que não há um historial suficientemente prolongado que lhes permita terem decisões sólidas".

"Normalmente, antes de uma melhoria de rating há uma melhoria do Outlook. A perspetiva melhora e depois é materializada mais à frente com um aumento da avaliação. O que verificamos é que todas as agências de rating hoje em dia têm Portugal com um outlook estável", disse.

Na entrevista, Cristina Casalinho considera que, para já, em Portugal não é possível emitir dívida a 50 anos, como fez a Espanha, mas não coloca totalmente de parte essa possibilidade no futuro.

Sobre a alienação do Novo Banco, afirma que uma boa venda seria aquela que fosse executada com o máximo de reembolso possível do empréstimo efetuado pelo Estado ao Fundo de Resolução.

Tal permitira que a execução dos pagamentos antecipados ao Fundo Monetário Internacional (FMI) se concretizasse. Se assim não for, a meta prevista de 3,3 mil milhões pode ficar comprometida, afirmou.

Lusa

  • Deputado do PS abandona partido e pode colocar em causa maioria parlamentar
    2:28

    País

    Domingos Pereira foi eleito pelo círculo de Braga. Agora, vai demitir-se do Partido Socialista e entregar o cartão de militante. Contudo, mantém-se no Parlamento, passando assim a deputado independente na Assembleia da República. Pode estar em causa a maioria parlamentar quando o PCP se abstiver.

    Notícia SIC

  • Pedro Dias recusou mostrar caligrafia
    2:29

    País

    Pedro Dias forneceu esta segunda-feira ADN aos peritos do laboratório da polícia científica. O suspeito dos crimes de Aguiar da Beira também foi intimado a entregar amostras da própria caligrafia, mas recusou fazê-lo.

  • Autoridades italianas prosseguem buscas por desaparecidos em avalancha
    0:54
  • "O México não acredita em muros"
    0:45

    Mundo

    Em resposta a Donald Trump, o Presidente mexicano diz que o país não acredita em muros, mas em pontes. Enrique Peña Nieto diz ainda que o México vai procurar dialogar com os Estados Unidos sem confrontos, mas também sem submissão.

  • Carolina do Mónaco celebra o 60.º aniversário
    2:13

    Mundo

    Carolina do Mónaco celebra esta segunda-feira o 60.º aniversário. Em 60 anos, foi criança mediática, jovem rebelde e, agora, matriarca sem ser rainha. Carolina do Mónaco nunca saiu das revistas, por ser filha de Grace Kelly e Rainier do Mónaco, por ter somado namorados pouco recomendáveis para princesas, por ter perdido o pai dos seus filhos num terrível acidente.

  • Ator morre baleado durante gravações de videoclip na Austrália

    Mundo

    Um ator morreu depois de ter sido baleado durante as gravações de um videoclip da banda Bliss n Eso, na cidade australiana de Brisbane. A vítima foi identificada como Johann Ofner, de 28 anos. O homem chegou a receber a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos.