sicnot

Perfil

Economia

Passos Coelho acusa Governo PS de destruir 60 mil empregos

O presidente do PSD, Pedro Passos Coelho, acusou hoje o Governo socialista de ter destruído em seis meses quase 60 mil empregos, numa avaliação feita, em Trás-os-Montes, do desempenho do executivo com maioria parlamentar de esquerda.

RICARDO CASTELO

O líder social-democrata afirmou que "só no último trimestre (entre janeiro e março) perderam-se 48 mil postos de trabalho" em Portugal.

"Se alargarmos este comparador até novembro do ano passado (data da tomada de posse do Governo PS) a destruição de emprego pode atingir quase 60 mil", acrescentou, salientando que a promessa socialista era "criar 35 mil empregos ao longo do ano de 2016".

O líder do PSD falava, em Mirandela, no distrito de Bragança num jantar com militantes e representantes da sociedade civil, no início da Jornada da Valorização do Território, que se prolonga até terça-feira, em Trás-os-Montes.

Para Passos Coelho "não se pode falar da importância da valorização do território, se a estratégia que o país seguir for errada".

O social-democrata indicou que Portugal "cresceu, de janeiro a março, metade que a União Europeia".

"Temos hoje a certeza de que por melhor que as coisas corram não conseguiremos ver a economia portuguesa crescer tanto como o ano passado", afirmou.

Na opinião de Passos Coelho "a única coisa que se alterou foi a mudança do Governo em Portugal" e desafia o PS e a maioria parlamentar de esquerda (BE e PCP) a, "em vez de fazer uma retórica para esconder esses resultados, que altere a estratégia para corrigir estes resultados".

"Era importante que os partidos todos da maioria se reunissem rapidamente para rever a sua estratégia. Que se reúnam os três (partidos), olhem para os resultados que estão a ser atingidos e tirem conclusões", desafiou.

Passos Coelho explicou que iniciativas como as Jornadas da Valorização do Território pretendem dar a conhecer ao país as medidas que o PSD propôs na Assembleia da República e que os partidos da maioria "decidiram reprovar sem qualquer discussão".

As jornadas do presidente do PSD prosseguem, na segunda-feira, em Bragança e em Vila Real, com a visita a uma estação de tratamento de água numa aldeia de Bragança, e reuniões com a academia, vitivinicultores, agricultores e visita a uma empresa no distrito de Vila Real.

Lusa

  • Passos Coelho diz que Governo não vai conseguir cumprir metas orçamentais
    2:37

    Economia

    No debate quinzenal no Parlamento, sobre o estado da economia, Pedro Passos Coelho diz que era preciso que a economia estivesse a crescer cinco vezes mais, para que os objetivos do Governo fossem cumpridos. António Costa respondeu que a economia já vem a travar desde o tempo do Executivo anterior. O primeiro-ministro também rejeitou a proposta do líder do CDS de rever os preços dos combustíveis todas as semanas.

  • Passos diz que já se nota que Governo não vai conseguir cumprir metas
    2:42

    País

    Pedro Passos Coelho diz que já se nota que o Governo não vai conseguir cumprir as metas com que se comprometeu. No debate quinzenal, o líder do PSD disse que era preciso que a economia estivesse a crescer cinco vezes mais do que o atual para que os objetivos fossem possíveis. O primeiro-ministro respondeu que a economia já vem a travar desde o tempo do Governo de Passos Coelho.

  • Michelle Obama partilhou momento de despedida da Casa Branca
    1:43
  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.

  • Trabalhadores da saúde iniciam greve nacional

    País

    Trabalhadores da saúde estão esta sexta-feira a cumprir uma greve a nível nacional para reivindicar a admissão de novos profissionais, exigir a criação de carreiras e a aplicação das 35 horas semanais a todos os funcionários do setor.

  • Portugal a tremer de frio
    3:07

    País

    Portugal continua a registar temperaturas negativas, sobretudo no Norte do país. Em Trás-os-Montes, por exemplo, marcaram mínimas de 11 graus abaixo de zero e os termómetros desceram tanto que congelaram rios, canalizações de água e até aquecimentos de escolas. Mas nem tudo é mau pois os produtores falam em boa época para curar fumeiro.

  • Juiz brasileiro morto em acidente aéreo investigava corrupção na Petrobras
    1:28
  • Zoo da Indonésia acusado de querer matar ursos à fome

    Mundo

    Um grupo de ativistas da Indonésia acusa o Jardim Zoológico de Bandung de estar a matar à fome os seus animais, incluindo os ursos-do-sol, para ser fechado. Um vídeo recentemente publicado mostra os ursos, que aparecem muito magros e a implorar por comida.

  • Podem as plantas ver, ouvir e até reagir?

    Mundo

    Um professor de Ciências Vegetais da Universidade de Missouri, nos Estados Unidos, passou quatro décadas a investigar as relações entre vegetais e insetos. Na visão de Jack Schultz, as plantas são "como animais muito lentos", que conseguem ver, ouvir, cheirar e até têm comportamentos próprios.