sicnot

Perfil

Economia

Moody's antecipa défice de 3% este ano, Governo aponta para 2,2%

A agência de notação financeira Moody's alertou hoje para os riscos que "a debilidade" da banca nacional coloca a Portugal e reafirmou que o défice se deverá fixar nos 3,0%, acima das previsões governamentais de 2,2%.

© Brendan McDermid / Reuters

Numa nota sobre a qualidade de crédito de Portugal, a agência de 'rating' refere que, nos últimos anos, o desempenho orçamental do país tem sido afetado de forma negativa pela necessidade do Estado injetar capital em vários bancos e salienta que o Governo pode ter de voltar a capitalizar o banco estatal (Caixa Geral de Depósitos) este ano.

"A constante debilidade da banca continua a ser um risco para a notação de crédito de Portugal", indica a Moody's.

A agência de 'rating' [notação] reitera igualmente as preocupações quanto à evolução das finanças públicas, prevendo um défice de 3,0% do Produto Interno Bruto (PIB), superior à meta do Governo (2,2%), já que as perspetivas de crescimento são também inferiores, tal como tinha indicado em fevereiro.

"A Moody's considera que este desvio deve ser contido, dado o intenso escrutínio dos progressos orçamentais de Portugal por parte da Comissão Europeia e as exigências de medidas adicionais, caso a execução orçamental aponte para um desvio este ano", adianta a empresa.

Por outro lado, "o elevado rácio da dívida, tanto pública como privada, constitui um travão para as perspetivas de crescimento e o 'rating' da dívida soberana".

Apesar de ter estabilizado, a dívida pública portuguesa (129% do PIB) mantém-se entre as mais elevadas analisadas pela Moody's.

A agência espera "uma redução muito gradual nos próximos anos", mas nota que esta trajetória descendente é vulnerável a derrapagens orçamentais ou baixo crescimento económico.

Lusa

  • Marcelo adverte contra "permanente agitação dos analistas"
    0:49

    Economia

    Questionado sobre a análise da agência de notação financeira Moody´s, hoje divulgada, segundo a qual o défice se deverá fixar nos 3,0%, acima das previsões governamentais de 2,2%, Marcelo Rebelo de Sousa diz que a agitação dos analistas e a especulação são prejudiciais para a estabilidade dos mercados.

  • Tudo o que precisa saber sobre a moção de censura ao Governo

    País

    O Governo minoritário do PS enfrenta na terça-feira a sua primeira moção de censura, a 29.ª em 43 anos de democracia, mas PCP, BE e PEV já anunciaram que vai "chumbar" a iniciativa do CDS-PP. Esta é a sétima moção de censura apresentada pelo CDS-PP e a 29.ª a ser discutida na Assembleia da República. Os três partidos de esquerda que têm apoiado o executivo, PCP, BE e PEV, já anunciaram que votam contra. Com os votos do PS, a moção é chumbada.

  • Encontrado corpo de menina posta de castigo na rua pelo pai

    Mundo

    Sherin Mathews estava desaparecida desde o dia 7 de outubro. Este domingo a polícia do estado norte-americano do Texas encontrou o corpo de uma criança que acreditam ser a menina de três anos, desaparecida depois de o pai a colocar de castigo na rua, durante a madrugada.

    SIC

  • A cadela que desistiu da CIA para ir "perseguir esquilos e coelhos"

    Mundo

    Nem todos os cães têm aptidão para combater o crime. Este é o caso de Lulu, uma cadela que estava a treinar para ser agente da CIA, mas que acabou por entrar na reforma ainda durante os treinos. Através do Twitter, a agência norte-americana anunciou na semana passada que Lulu já não iria treinar mais e que tinha sido adotada pelo agente que a treinava.

    SIC

  • A história por detrás da fotografia que correu (e impressionou) o Mundo

    Mundo

    Depois dos incêndios da semana passada na Galiza, começou a circular na internet e nas redes sociais a imagem de uma cadela que alegadamente levava a sua cria carbonizada na boca. Contudo, a cadela é na verdade macho e chama-se Jacki. Esta é a história do cão que passou os dias após os fogos a recolher animais mortos para os enterrar num campo perto de uma igreja, em Coruxo, Vigo.

    SIC