sicnot

Perfil

Economia

Estivadores reúnem-se esta manhã em plenário no Porto de Lisboa

Estivadores reúnem-se esta manhã em plenário no Porto de Lisboa

O corpo de Intervenção da PSP está, pelo segundo dia, a garantir a segurança no Porto de Lisboa, na zona de Santa Apolónia, onde os estivadores se reúnem esta manhã em plenário. A greve no Porto de Lisboa está a causar um prejuízo diário de 100 mil euros e a nova administração tem como mandato retomar a sua viabilidade com o que estiver ao seu alcance, considerou a ministra do Mar.

  • "Não está nas nossas mãos eliminar esta greve"
    3:10

    País

    Vítor Fraga diz que não está nas mãos do Governo Regional dos Açores terminar com a greve dos estivadores e que a situação tem vindo a ser acompanhada para que seja evitada a ruptura dos bens essenciais. O secretário Regional do Turismo e Transportes dos Açores referiu, na Edição da Noite da SIC Notícias, que decretar a requisição civil caberá sempre ao Governo da República e apenas havendo o incumprimento dos serviços mínimos que, neste caso, diz estarem a ser cumpridos.

  • Sindicato dos estivadores diz que proposta de despedimento coletivo visa criar "terror psicológico"
    3:24

    Economia

    Depois de vários períodos de greve ao longo de quatro anos, os estivadores do Porto de Lisboa continuam em luta. Desta vez, a greve vai prolongar-se até dia 16 de junho. António Mariano, do sindicato dos estivadores, diz que os trabalhadores estão dispostos a negociar mas que recusam o despedimento coletivo. Depois de recusarem esta proposta, os trabalhadores enviaram uma contra-proposta, que exigia o pagamento dos salários em atraso, que acabou por não ter qualquer resposta por parte dos empregadores. António Mariano considera que os despedimentos coletivos e o uso das forças de segurança visam criar "terror psicológico".

  • Greve dos estivadores causa prejuízos em todos os setores das ilhas
    2:19

    Economia

    Nas regiões autónomas, a greve dos estivadores está a causar prejuízos em todos os setores. A Força Aérea já respondeu a um pedido de ajuda do Governo da Madeira e transportou medicamentos para a ilha. Há produtos frescos a chegar às ilhas perto do fim da validade. Na construção civil, há obras paradas por falta de material. A ministra do Mar reforça que, apesar dos esforços, os serviços mínimos não servem para dar resposta a greves prolongadas.

  • Momentos de tensão marcam protestos dos estivadores do Porto de Lisboa
    3:05

    Economia

    Dezenas de estivadores concentraram-se, ao longo do dia, na entrada do Porto de Lisboa. Houve alguns momentos de tensão, sobretudo quando não conseguiram impedir a entrada de alguns camiões. O Governo diz compreender as razões para o despedimento coletivo,uma posição que choca com as dos partidos que o apoiam no parlamento. BE e PCP dão razão aos estivadores e pressionam o governo a intervir.

  • "Quem faz isto sabe estudar os dias e o vento para arder o máximo possível"
    4:15
  • O balanço trágico dos incêndios do fim de semana
    0:51

    País

    Mais de 500 mil hectares de área ardida, 42 vítimas mortais, 71 de feridos, dezenas de casas e empresas destruídas. É este o balanço de mais um fim de semana trágico para Portugal a nível de incêndios florestais.

  • 2017: o ano em que mais território português ardeu
    1:41

    País

    Desde janeiro, houve mais área ardida do que em qualquer outro ano na história registada de incêndios florestais. Segundo dados provisórios do Sistema Europeu de Informação sobre Fogos Florestais, mais de 519 mil hectares foram consumidos pelas chamas até 17 de outubro, o que representa quase 6% de toda a área de Portugal. 

  • "Viverei com o peso na consciência até ao último dia"
    3:00
  • O que resta de Tondela depois dos incêndios
    1:07

    País

    O concelho de Tondela é agora um mar de cinzas, imagens recolhidas pela SIC com um drone mostram bem a dimensão do que foi destruído pelos incêndios. Perto 100 habitações principais ou secundárias, barracões, oficinas e stands arderam. 

  • Moradores reuniram esforços para salvar idosos das chamas em Pardieiros
    2:50

    País

    O incêndio de domingo em Nelas fez uma vítima mortal: um homem de 50 anos, de Caldas da Felgueira, que regressava de uma aldeia vizinha, onde tinha ido ajudar a combater as chamas. Em Pardieiros, no concelho de Carregal do Sal, várias casas arderam e uma jovem sofreu queimaduras ao fugir do incêndio. Durante o incêndio, pessoas reuniram esforços para salvar a povoação.

  • A fotografia que está a correr (e a impressionar) o Mundo

    Mundo

    A fotografia de uma cadela a carregar, na boca, o cadáver calcinado da cria está a comover o mundo. Entre as muitas fotografias que mostram o cenário causado pelos incêndios que devastaram a Galiza nos últimos dias, esta está a causar especial impacto. O registo é do fotógrafo Salvador Sas, da agência EFE. A imagem pode impressionar os mais sensíveis.

  • As lágrimas do primeiro-ministro do Canadá

    Mundo

    O primeiro-ministro da Canadá, Justin Trudeau, emocionou-se esta quarta-feira ao falar de um artista que morreu depois de perder uma luta contra o cancro. Gord Downie, vocalista da banda de rock canadiana "The Tragically Hip", faleceu esta terça-feira, aos 53 anos, vítima de um tumor cerebral.