sicnot

Perfil

Economia

PR espera resolução em "tempo razoável" da greve dos estivadores

PR espera resolução em "tempo razoável" da greve dos estivadores

O Presidente da República espera que o impasse com os estivadores seja resolvido no que diz ser "um tempo razoável" porque começam a ser conhecidas consequências da paralisação no Porto de Lisboa.

"Espero que seja possível, num tempo razoável, ver resolvida a situação que existe no Porto de Lisboa, porque chegam ecos das consequências para a economia nacional, mas também de algumas consequências sociais", afirmou.

No final de um encontro/debate com jovens na Universidade de Évora, Marcelo Rebelo de Sousa, em declarações aos jornalistas, fez questão de se pronunciar sobre a situação do Porto de Lisboa e a greve dos estivadores.

"Ainda ontem [na terça-feira] ouvi, da parte do presidente do Governo Regional da Madeira preocupações relativamente, não só a fornecimentos de natureza económica importantes para a região autónoma, mas também até de fornecimentos que são importantes para a saúde da região", disse.

Por isso, embora respeitando "aquilo que é próprio de uma democracia, que é pluralidade de pontos de vista em matéria laboral", na qual "o Presidente da República não deve envolver-se", Marcelo Rebelo de Sousa frisou esperar que a situação não signifique "uma situação duradouramente negativa para um porto importante como é o Porto de Lisboa".

E, em segundo lugar, acrescentou, que o diferendo não signifique "consequências preocupantes para a economia portuguesa e até para aquilo que é a situação social de muitos portugueses".

O Presidente da República participou, na academia alentejana, no 2.º Encontro/Debate com Jovens no âmbito das comemorações dos 40 anos das primeiras eleições presidenciais em democracia.

Na sessão, moderada pelo jornalista Joaquim Letria, participou o ex-Presidente da República general António Ramalho Eanes.

  • Deputado do PS abandona partido e pode colocar em causa maioria parlamentar
    2:28

    País

    Domingos Pereira foi eleito pelo círculo de Braga. Agora, vai demitir-se do Partido Socialista e entregar o cartão de militante. Contudo, mantém-se no Parlamento, passando assim a deputado independente na Assembleia da República. Pode estar em causa a maioria parlamentar quando o PCP se abstiver.

    Notícia SIC

  • Pedro Dias recusou mostrar caligrafia
    2:29

    País

    Pedro Dias forneceu esta segunda-feira ADN aos peritos do laboratório da polícia científica. O suspeito dos crimes de Aguiar da Beira também foi intimado a entregar amostras da própria caligrafia, mas recusou fazê-lo.

  • Autoridades italianas prosseguem buscas por desaparecidos em avalancha
    0:54
  • "O México não acredita em muros"
    0:45

    Mundo

    Em resposta a Donald Trump, o Presidente mexicano diz que o país não acredita em muros, mas em pontes. Enrique Peña Nieto diz ainda que o México vai procurar dialogar com os Estados Unidos sem confrontos, mas também sem submissão.

  • Carolina do Mónaco celebra o 60.º aniversário
    2:13

    Mundo

    Carolina do Mónaco celebra esta segunda-feira o 60.º aniversário. Em 60 anos, foi criança mediática, jovem rebelde e, agora, matriarca sem ser rainha. Carolina do Mónaco nunca saiu das revistas, por ser filha de Grace Kelly e Rainier do Mónaco, por ter somado namorados pouco recomendáveis para princesas, por ter perdido o pai dos seus filhos num terrível acidente.

  • Ator morre baleado durante gravações de videoclip na Austrália

    Mundo

    Um ator morreu depois de ter sido baleado durante as gravações de um videoclip da banda Bliss n Eso, na cidade australiana de Brisbane. A vítima foi identificada como Johann Ofner, de 28 anos. O homem chegou a receber a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos.