sicnot

Perfil

Economia

Votação do diploma das 35 horas adiada uma semana a pedido do PS

A votação na especialidade do diploma das 35 horas foi adiada por uma semana, a pedido do PS, disse à agência Lusa a deputada socialista e vice-presidente da Comissão do Trabalho e Segurança Social, Wanda Guimarães.

A votação estava prevista para hoje, mas o PS propôs um novo adiamento, o segundo, por considerar que o texto ainda pode ser "afinado".

"Há uma série de coisas que ainda podem ser afinadas e nós consideramos que a redação final deve ser o mais ponderada possível. Todos os aspetos devem ser considerados. Ainda ontem [terça-feira] ouvimos a FESAP [Federação dos Sindicatos da Administração Pública]", explicou.

O PS pediu um adiamento para sexta-feira, mas depois "entendeu-se que a discussão deveria dar-se numa reunião de comissão normal e por isso o adiamento para a próxima quarta-feira, dia 01 de junho".

O Governo tem afirmado que a reposição do horário de 35 horas na função pública vai entrar em vigor a 01 de julho.

  • Polícias ameaçam com protestos no arranque do campeonato
    1:24

    País

    Os agentes da PSP ameaçam boicotar a presença nos jogos do campeonato da Primeira e Segunda ligas que começam em 15 dias. Os agentes colocam em causa o atual modelo de policiamento no futebol, que faz com que muitos dos profissionais da PSP trabalhem sem remuneração em dia de folga.

  • 700 milhões para armamento e equipamento militar
    1:16

    País

    Portugal vai investir nos próximos anos 700 milhões de euros em armas e equipamento militar. Segundo a imprensa de hoje, o objetivo é colocar algumas áreas das Forças Armadas a um nível similar ao dos outros aliados da NATO. É o maior volume de programas de aquisição dos últimos anos e parte das verbas vão beneficiar a indústria portuguesa que fabrica aviões, navios-patrulha, rádios e sistemas de comando e controlo.

  • Princesa Diana morreu há 20 anos. Filhos falam pela 1ª vez da intimidade
    1:15