sicnot

Perfil

Economia

Banco Popular aumenta capital em 2.500 M€ para fortalecer balanço

O Banco Popular vai fazer um aumento de capital no valor de 2.500 milhões de euros com o objetivo de fortalecer o balanço, melhorar os rácios de rentabilidade, os níveis de solvência e a qualidade dos ativos.

© Rafael Marchante / Reuters

O banco explica, em comunicado divulgado hoje no regulador do mercado espanhol, a CNMV, que com os recursos obtidos nesta operação, assegurada pela UBS e Goldman Sachs, pretende reforçar o modelo de negócio comercial e particulares.

Esta injeção de capital porá em circulação cerca de 2.000 milhões de novas ações a um preço de 1,25 euros (0,50 euros de valor nominal e 0,75 euros de prémio de emissão), segundo a Efe.

"A transação reforçará (...) a rentabilidade do negócio principal do banco e reduzirá o custo do risco esperado para os próximos anos", afirma o Banco Popular, que também espera com esta operação acelerar a estratégia de redução do negócio imobiliário.

Em 11 de abril, o Banco Popular espanhol anunciou ter aprovado, a dia 04 do mês passado, um aumento de capital de 37 milhões de euros para um total de 513 milhões de euros no Banco Popular Portugal.

"O aumento de capital tem por base a emissão de 37.000.000 de novas ações, ordinárias, cada uma com o valor nominal de 1,00 euro a subscrever e realizar integralmente pelo acionista único Banco Popular Espanhol, mediante a entrega de 2.495.631 ações com o valor nominal global de 5,00 euros cada detidas pelo Banco Popular Espanhol, no capital social da sociedade Popular Factoring", lia-se no comunicado divulgado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

"Com esta operação, a participação qualificada na sociedade Popular Factoring na titularidade do Banco Popular Espanhol será integralmente transmitida para o Banco Popular Portugal", assinalou o banco.

Refira-se que o resultado líquido do Banco Popular Portugal cresceu 484,5% para 13,3 milhões de euros em 2015, um valor que compara com o lucro de 2,3 milhões de euros em 2014.

Lusa

  • Comitiva portuguesa terminou visita à central de Almaraz

    País

    A visita técnica da delegação portuguesa e da Comissão Europeia à central nuclear de Almaraz, em Espanha, realizou-se esta segunda-feira. A visita serviu para Portugal se inteirar sobre o funcionamento da central e sobre o projeto de construção de uma instalação para armazenamento de resíduos radioativos.

  • O Nokia 3310 está de volta
    1:16

    Economia

    A Nokia chegou a ser uma das maiores empresas do mundo devido ao fabrico de telemóveis. Caiu, mas acaba de fazer renascer um dos sucessos de vendas do início do milénio. O anúncio foi feito este domingo, em Barcelona.